Instituto Goethe: nova presidente

No outono setentrional de 2020, a etnóloga Carola Lentz deverá assumir a direção do Instituto Goethe. Para as suas pesquisas, ela viajou muito pelo mundo.

Goethe-Institut: Neue Präsidentin
dpa

Berlim (dpa) – A etnóloga Carola Lentz será a nova presidente do Instituto Goethe. Em novembro de 2020, ela sucederá ao atual presidente Klaus-Dieter Lehmann, cujo mandato termina então. Lentz foi eleita na última sexta-feira, numa sessão extraordinária da diretoria do Instituto, conforme divulgou o Ministério de Relações Externas nesta segunda-feira.

Lentz é professora de Etnologia na Universidade de Mogúncia e vice-presidente da Academia das Ciências de Berlim-Brandemburgo. Ela pesquisou inicialmente na América do Sul e regularmente, desde o final da década de 1980, na África Ocidental, esclareceu o Instituto Goethe. Dos pontos prioritários das suas pesquisas fazem parte nacionalismo, colonialismo e política de recordação.

O Instituto Goethe deve promover a língua alemã e a cooperação cultural no exterior. Atualmente, existem 157 institutos em 98 países. No ano passado, cerca de 244.000 pessoas frequentaram os cursos de alemão do Instituto no exterior. O «Goethe» é financiado pelo Ministério de Relações Externas da Alemanha.

O mandato de Lehmann termina em 18 de novembro de 2020. Sua sucessora deve assumir o cargo no dia seguinte. Através do Instituto Goethe, Lehmann manifestou que a rápida decisão sobre a sua sucessora foi, «na nossa época atribulada», um «importante sinal de apreço do Instituto Goethe». E ainda, «eu louvo o fato de que uma cientista renomada, com uma rede internacional de contatos, irá dirigir futuramente os destinos» do Instituto Goethe.

Fonte: dpa; tradução: deutschland.de