Maas: a Europa necessita dos EUA

Segundo o ministro alemão de Relações Externas, a Europa necessita da proteção dos EUA também no futuro. Tudo mais, ele considera como “altamente perigoso”.

Maas: Europa braucht USA
dpa

Berlim (dpa) – De acordo com o ministro alemão de Relações Externas, Heiko Maas, a Europa não pode cuidar sozinha da sua segurança. «Sem os Estados Unidos, não temos condições atualmente nem na Alemanha, nem na Europa, de proteger-nos de maneira efetiva», afirmou o político na terça-feira, durante o Fórum Berlinense de Política Externa da Fundação Körber. Por essa razão, ele advertiu contra um desacoplamento da segurança europeia e americana: «Isso seria extremamente perigoso».

Desta maneira, Maas distanciou-se novamente do presidente francês Emmanuel Macron, que declarou a OTAN como “morta cerebral” e reivindicou maior autonomia europeia. O ministro alemão do Exterior contestou: «Pode-se dizer com toda a razão: a OTAN vive, e da cabeça aos pés, mesmo que existam outros diagnósticos».

Maas defendeu novamente a criação de uma comissão de especialistas para reformar a OTAN. Como justificativa, ele afirmou ser evidente que existem déficits e discrepâncias. No encontro dos ministros de Relações Exteriores da OTAN, na semana passada, a sugestão foi recebida de maneira positiva. «Ela contribuiu sobretudo para conduzir um debate já quase tóxico para caminhos ordenados e produtivos». Na próxima semana, os chefes de Estado e de governo da OTAN tratarão disso na sua conferência de cúpula em Londres.

Fonte: dpa; tradução: deutschland.de