O Museu Städel

O Städel é um dos mais importantes museus de arte da Alemanha. Agora, ele mostra as suas obras-primas também numa mostra virtual de arte.

dpa/Frank Rumpenhorst - Städel Museum

É a quantidade e a qualidade, que impressionam: 3000 pinturas, da Idade Média até a atualidade, 1000 delas na exposição permanente, 100.000 desenhos e gravuras na coleção gráfica, 4000 fotografias, 600 esculturas e 115.000 livros. Em 2015, ano do seu bicentenário, o Instituto de Arte Städel e a Galeria Municipal – ou seja, o Museu Städel – em Frankfurt do Meno é um dos mais importantes museus alemães de arte. Exposições de alta classe são a sua marca registrada. Em 2015, a mostra “Monet e o surgimento do Impressionismo” atingiu um recorde de público.

O museu é financiado através de donativos, de patrocinadores e sobretudo através de uma fundação. Na metrópole financeira Frankfurt, este é um modelo apreciado e muitas instituições locais, como o Museu Senckenberg ou a Universidade Johann Wolfgang Goethe, foram fundadas por mecenas da sociedade civil. No caso do Museu Städel, foi um banqueiro e negociante de Frankfurt, Johann Friedrich Städel, que passou a metade da sua vida a colecionar obras de arte. No seu testamento, o milionário criou em 1815 a fundação “Instituto de Arte Städel”, a fim de que o grande público pudesse ter acesso aos seus tesouros artísticos.

Escola Internacional Städel

Johann Friedrich Städel não era apenas um entusiasta dos velhos mestres, ele desejava também fomentar a nova geração. Esta herança tem prosseguimento com a Escola Städel, como universidade estatal de belas-artes – de maneira muito internacional. Mais de 60 por cento dos estudantes vêm do exterior, a fim de estudar arquitetura, artes plásticas ou curatela às margens do Meno. Onde a nova geração se sente em casa, um museu de 200 anos de existência também não pode estagnar: sob a direção de Max Hollein, um dos projetos centrais é a ampliação da atividade educacional no espaço digital. Paralelamente à visita real, física, do museu, existe desde março de 2015 uma oferta alternativa de livre acesso. Peça central é uma plataforma digital de exposição, que possibilita um novo acesso on-line às obras da coleção Städel. A app Städel como guia multimídia da exposição, uma app para crianças e um tutorial no website fazem parte do Städel 2.0.

Exposição “Monet e o surgimento do Impressionismo”, até 28 de junho de 2015

www.staedelmuseum.de

© www.deutschland.de