Madeleine Cueto

“A Europa torna fácil para nós, estudar e trabalhar num outro país.“

#MadeleineCueto - Estudante do Erasmus

 

 

Madeleine Cueto, de Barcelona, já visitou nove países europeus. No futuro, ela pretende descobrir ainda muito mais da Europa. Mas agora, a estudante de 22 anos vive na capital alemã, inicialmente por meio ano. A estudante de Psicologia está fazendo um semestre no exterior na Freie Universität de Berlim – fomentada através do programa educacional da UE, Erasmus+. A concessão das bolsas é tida como um dos maiores êxitos da União Europeia: nove milhões de estudantes, aprendizes, estagiários e funcionários de universidades já obtiveram experiência no exterior, em 30 anos de Erasmus. Para todos, esse foi um período marcante, com muitos conhecimentos novos. Os bolsistas do Erasmus podem hoje escolher entre 33 países – a maioria deles passam seu período de intercâmbio na Espanha, na Alemanha ou na Grã-Bretanha. Também Madeleine Cueto seguiu esta tendência.

Erasmus: Fronteiras somente no papel

www.erasmusplus.de

Story teilen
Leia mais
Johanna Leonore Dahlhoff

“A Europa tem de comprovar que se responsabiliza pelos seus valores comuns.“

#JohannaLeonoreDahlhoff - Música

 

Johanna-Leonore Dahlhoff, flautista de 36 anos, traz a diversidade ao palco, pois fundou a iniciativa “Bridges – Musik verbindet” que reúne músicos refugiados com músicos alemães, uma forma auditiva de integração para todos, sem as barreiras da língua. Por isso, “Bridges” recebeu em 2018 o Special Impact Award da Fundação KfW e Impacto Social. Para Dahlhoff, a questão dos refugiados é uma prova crucial para a Europa, mas também uma chance: “Em outras culturas existem escalas musicais e modalidades de estilo que podem parecer estranhas e também erradas para os europeus, mas que logo mostram que sua diversidade enriquece a nossa música. Creio que o mesmo princípio pode ser aplicado à sociedade”, diz a música. A integração de refugiados não seria só da responsabilidade da política: “Esse tema toca a todos. Todas as pessoas deveriam fazer uso do que podem”.

Bridges: A linguagem da música

bridgesmusikverbindet.de

Story teilen
Leia mais
Ali Faramarzi

“A UE é u m acelerador de boas ideias, o que lançará a indústria tecnológica da Europa em posição de liderança.“

#AliFaramarzi - Empresário emergente

Ali Faramarzi, de 39 anos, trabalha todos os dias no seu sonho, em um escritório compartilhado em Frankfurt do Meno. Este desenvolvedor de software teve uma ideia, uma visão: conseguir criar uma nova solução tecnológica,  entrando assim no grande mundo das empresas tecnológicas. Faramarzi, que tem raízes iranianas, desenvolveu um app que associa produtos físicos a conteúdos digitais através da identificação de objetos. Se este “Scan Vid” puder ser otimizado, ele irá revolucionar o mundo das ferramentas de busca. A Comissão Europeia apoia Ali Faramarzi e a sua ideia. O programa europeu “Horizonte 2020” está financiando a primeira fase da empresa emergente, do plano de negócios até o protótipo. Esse fundo emprega um total de 80 bilhões de euros para que empresas emergentes possam crescer rapidamente. A ideia de Ali Faramarzi tem esse potencial.

www.scanvid.com

Story teilen
Leia mais
Martin Speer

“Ser europeu significa para mim levar adiante um empreendimento ­comum.“

#MartinSpeer - Iniciador de #FreeInterrail

 

 

Martin Speer e Vincent-Immanuel Herr conseguiram pôr em prática uma boa ideia em prol da Europa. Os dois alemães, que se conheceram em um estudo nos EUA, são os fundadores da iniciativa #FreeInterrail/#DiscoverEU. Eles queriam que todos os jovens da Europa ficassem conhecendo seu continente e sua diversidade, ou seja, a ideia europeia. E isto, da maneira mais direta possível. O que seria melhor que uma viagem grátis através dos países? A Comissão da União Europeia ficou sabendo dessa ideia que Speer e Herr apresentavam incansavelmente em conferências e na mídia, sorteando, pela primeira vez no verão europeu de 2018, 15 000 passagens pela Europa a jovens de 18 anos de todos os países da UE. Mas não parou aí. A Comissão da UE planejou um orçamento de 700 milhões de euros para viagens grátis pela Europa até 2027. Desta maneira, 300 000 jovens poderão descobrir anualmente a Europa.

“O sentimento de Europa” – Interrail para todos que completam 18 anos

europa.eu/youth/discovereu_pt

Story teilen
Leia mais
Christine Erzberger

“A Europa é símbolo de grande ­diversidade, de intercâmbio cultural e de uma comunidade solidária.“

#ChristineErzberger - Praticante na UE

 

Christine Erzberger sente-se em casa na Europa. Esta jovem de 28 anos estudou na Alemanha e na França, concluindo seu mestrado em European Management Studies. Ela vive agora em Bruxelas, a metrópole da UE, no centro da União. Como 15 000 outros jovens europeus, ela se candidatou ao estágio prático “Blue-Book” da Comissão Europeia em Bruxelas. Ela foi aceita e começou, no verão europeu de 2108, uma prática de cinco meses na equipe do comissário da UE, Günther Oettinger, ­responsável pelo orçamento da UE. Lá, ela poderá ter uma visão de como a União Europeia funciona. Christine Erzberger já teve a oportunidade de acompanhar de perto muitos encontros de alto nível, podendo ter uma impressão de como as decisões são tomadas na Europa. “O que me impressionou for ver com que dedicação os funcionários da UE  trabalham e a sua alta qualificação”, diz ela. Seu firme propósito é continuar fazendo parte do “Grupo da Europa”.

ec.europa.eu/stages

Story teilen
Leia mais
Daniel Röder

“Estamos certos que a maioria das pessoas deseja uma Europa unida e tolerante.“

#DanielRöder - Cofundador de ‘Pulse of Europe’

 

Daniel Röder vai às ruas pela Europa. Um dos motivos disso foi o voto britânico pelo Brexit. “Minha esposa e eu nos dissemos: agora temos de sair às ruas. Temos de chamar a atenção. Nós, na Europa, temos de impedir a todo custo o próximo passo nesse sentido!” Isso foi em fins de 2016. Os dois advogados nunca tinham feito manifestações antes, não se engajavam por nenhum partido político. Mas queriam fazer alguma coisa e mobilizaram inicialmente amigos e conhecidos por e-mail para uma manifestação em Frankfurt do ­Meno. Nasceu assim o movimento “Pulse of Europe” – e teve um sucesso estrondoso. Não apenas na Alemanha, em todas as partes da Europa a sociedade civil saía de repente às ruas. Até hoje. Desde então, milhares demonstram em alto tom, que apoiam a ideia europeia: todo primeiro domingo do mês, às 14 horas, é a hora do “Pulse of Europe” em 120 cidades da Europa.

Daniel Röder: “Sair às ruas pela Europa”

pulseofeurope.eu

Story teilen
Leia mais
Topic-Oberthema-Europa

O que mantém a Europa unida

A Alemanha é um dos países fundadores da União Europeia e se empenha também em tempos difíceis pela coesão dos europeus.

Mais informações

Fotos: Joachim Baldauf, Dieter Schwer, Jonas Ratermann, dpa, 
Eric Herchaft/Reporters/laif, Tim Wegner, Onoky/Getty Images

Story teilen