Educação premiada

Em 71 países do mundo existem escolas alemãs. Elas prestam valioso trabalho educativo. Isso é comprovado pelos prêmios de alta dotação, que foram agora concedidos a onze escolas no exterior.

Robert Bosch Stiftung/ Wagner Meier - Deutsche Schule Rio de Janeiro

No prazo de uma semana foram programados dois eventos: em 1º de junho, o Ministério das Relações Externas em Berlim premiou os melhores projetos de inclusão e de formação profissional. E na concessão do Prêmio Escolar Alemão de 2017, em 29 de maio, a Escola Alemã Corcovado do Rio de Janeiro estava entre as melhores.

As escolas alemãs no exterior estão voltadas, em todo o mundo, para os filhos dos alemães que vivem no exterior por razões profissionais. Além disso, elas oferecem às crianças do país anfitrião e de outros círculos culturais a possibilidade de familiarizar-se com a Alemanha, sua cultura e sua língua. Por isso, as escolas alemãs no exterior são pontos de encontro e de diálogo intercultural. 

Deutsche Schule Barcelona

Fomentar potenciais individuais 

Pela terceira vez, o Ministério das Relações Externas concedeu prêmios às escolas alemãs no exterior, nas categorias “Aprender e viver juntos”, bem como “Profissão faz escola”. Tanto a inclusão como também a formação profissional ajudam a que os jovens possam desenvolver da melhor maneira possível os seus potenciais.

“As escolas no exterior contribuem para a qualificação dos especialistas do futuro. Elas não apenas trazem estudantes e aprendizes altamente motivados à Alemanha, mas formam […] também especialistas para as empresas locais e internacionais e dão fortes impulsos aos respectivos sistemas escolares de seus países”, esclarece o Ministério das Relações Externas.

O princípio da inclusão – aulas conjuntas para crianças com ou sem deficiências – ainda é algo novo em muitos países. As escolas alemãs no exterior são pioneiras, dando bom exemplo. Ulla Schmidt, vice-presidente do Parlamento Federal alemão e patronesse do concurso “Aprender e viver juntos”, ressalta que também a ação das escolas pela inclusão social foi considerada na escolha dos premiados: “Isso significa que elas se ocupam de forma intensiva com a heterogeneidade no seu contexto social e cultural e atendem de maneira especial as respectivas condições de aprendizagem dos alunos e alunas”.

Premiados “Aprender e viver juntos”

1º prêmio (dotado com 10.000 euros): Colégio Alemão de Barcelona, Espanha

2º prêmio (cada um, 5.000 euros): Escola Secundária Privada Alemã de Windhoek, Namíbia e Colégio Alemão Nicaraguense em Manágua, Nicarágua

Prêmio especial (1.000 euros): Escola de Língua Alemã RIS – Seção Suíça em Bangkok, Tailândia

Premiados “Profissão faz escola”

1º prêmio: (10.000 euros): FEDA de Madri – Escola Alemã de Administração
2º prêmio
(5.000 euros): Ginásio de língua estrangeira com certificado DSD Exarch Jossiv I em Lovech, Bulgária
3º prêmio (2.500 euros): Colégio Humboldt em São Paulo, Brasil
Prêmio especial
(cada um, 1.000 euros): Colégio Alemão de Barcelona e Colégio Alemão de Madri

Prêmio Escolar Alemão de 2017

Desde 2006, as fundações Robert Bosch Stiftung e Heidehof Stiftung da Alemanha distinguem as melhores escolas. As fundações honram excelentes desempenhos pedagógicos com prêmios monetários num total de 265.000 euros. Seis critérios são levados em conta na avaliação: desempenho, tratamento da diversidade, qualidade das aulas, responsabilidade, vida escolar e a escola como instituição de aprendizagem.

Do concurso podem participar, desde há dois anos, também as escolas alemãs no exterior. A Escola Alemã Corcovado no Rio de Janeiro convenceu o júri com o seu conceito de inclusão. Ela foi premiada com 25.000 euros, como uma das cinco segundo colocadas do Prêmio Escolar Alemão de 2017. Na segunda rodada, também a Escola Internacional Alemã de Boston logrou colocar-se entre as melhores 14 escolas, recebendo um prêmio monetário de 5.000 euros. Os prêmios foram entregues pela chanceler federal Angela Merkel aos representantes das escolas no dia 29 de maio. 

Escolas alemãs no exterior criam vínculos

© www.deutschland.de