No que a Alemanha crê

Quase dois terços dos alemães creem em Deus. Um terço não tem confissão religiosa. A Alemanha garante a liberdade de religião. Toda pessoa pode se manifestar pela religião ou contra ela.

TdT_Was_Du_glaubt_08092017
dpa

Alemanha. Cerca de 60 por cento dos alemães creem em Deus. Todavia, as duas maiores igrejas cristãs estão perdendo cada vez mais fieis nas últimas décadas. Quase 30 milhões de alemães, ou seja, 37 por cento de toda a população, não têm confissão religiosa e não pertencem a nenhuma religião.

Filiação religiosa na Alemanha
 

  • 23,76 milhões de fieis da Igreja Católica Romana
  • 22,27 de fieis da Igreja Protestante
  • 4,4 milhões de muçulmanos
  • 100 000 judeus
  • 100 000 budistas
     

Na Alemanha há a liberdade de religião

A Lei Fundamental da Alemanha garante a toda pessoa a liberdade de religião. O Estado alemão reconhece a neutralidade ideológica, tanto que existe a separação entre o Estado e a Igreja. Mesmo assim, o Estado alemão cobra impostos sobre a religião e inseriu na Lei Fundamental as aulas de religião nas escolas.

A Alemanha não trabalha aos domingos

O dia a dia alemão é caracterizado pelos mais importantes feriados religiosos – Páscoa, Natal e Pentecostes – que são feriados nacionais. Por causa da tradição religiosa na Alemanha, o domingo é também um dia feriado, no qual os negócios ficam fechados.

Abandono da igreja

Muitas pessoas abandonaram as igrejas Católica e Protestante nos últimos dez anos. Mais de 62 por cento pertenciam a uma das duas igrejas em 2005. Em 2016, foram somente 55 por cento.

Os cientistas da Universität Münster pesquisam porque para esse grande número de pessoas está abandonando a igreja. Um dos motivos poderia ser o imposto que os católicos e os protestantes têm de pagar. Os professores Detlef Pollack e Gergely Rosta pressupõem que seja antes o distanciamento individual que leva os fieis a abandonar a igreja. Muitos alemães continuam se definindo como cristãos, se bem que não pertençam a nenhuma religião.

Dois terços dos muçulmanos alemães vêm da Turquia

O Islã é a terceira maior comunidade religiosa da Alemanha, tendo 4,4 milhões de pessoas que professam a fé muçulmana. Dois terços dos muçulmanos alemães vêm da Turquia. Um terço vem do sudeste europeu, do Oriente Próximo, da África do Norte, da Ásia Central e do sudeste asiático. Alguns Estados federados alemães introduziram o ensino da Religião Muçulmana nas escolas. Desta maneira, a integração dever ser promovida e os alunos devem ter a possibilidade de discutir sobre sua religião e receber respostas sobre suas perguntas fora das mesquitas.

© www.deutschland.de