A Fundação Max Weber

A Fundação Max Weber é a maior organização de pesquisa de ciências humanas, cujos institutos estão sediados exclusivamente no exterior.

picture-alliance/dpa - Border-Crossing
picture-alliance/dpa - Border-Crossing

Política significa furar tábuas grossas “com entusiasmo e critério, ao mesmo tempo”, escreveu certa vez o sociólogo Max Weber. A mesma quantidade de entusiasmo e critério necessita hoje quem pretende incentivar as ciências humanas e sociais na obtenção de maior reconhecimento e maiores possibilidades. Exatamente isto é o que faz a Fundação Max Weber e conscientemente no nome do cientista que marcou tanto a sociologia e as ciências sociais, como a ciência cultural, a ciência jurídica e a economia. Max Weber foi um perambulante entre as disciplinas, cuja contribuição para questões importantes da teoria social é mundialmente reconhecida.

A internacionalidade é também o propósito central da Fundação Max Weber, criada no ano de 2002. Nos seus dez institutos em todo o mundo, pesquisadores estudam fenômenos e contextos históricos e culturais e debatem seus trabalhos num intercâmbio com profissionais práticos e a opinião pública. Entre as instituições da Fundação estão o Fórum Alemão de História da Arte em Paris, os Institutos Históricos Alemães em Londres, Moscou, Paris, Roma, Varsóvia e Washington, bem como o Instituto Alemão de Estudos Japoneses em Tóquio e os Institutos do Oriente em Beirute e Istambul. A Fundação é a maior organização de pesquisa de ciências humanas, cujos institutos estão sediados exclusivamente no exterior. Com um orçamento anual de cerca de 36 milhões de euros, ela está entre as dez maiores fundações alemãs de direito público.

Max Weber, que nasceu em 1864 em Erfurt, gostava também de transpor as fronteiras disciplinares e ampliava suas perspectivas através de observações pessoais fora da Alemanha. Isto lhe possibilitava uma visão diferenciada da sua própria cultura e sociedade. O que hoje determina também o trabalho dos cientistas nas instituições da Fundação que tem o seu nome.

Dia Mundial da Ciência, em 10 de novembro

www.maxweberstiftung.de

www.unesco.de/weltwissenschaftstag.html

© www.deutschland.de