Sociedade Max Planck – Na pista do conhecimento

Os especialistas da pesquisa de base da Sociedade Max Planck estão entre os cientistas internacionais de maior renome.

Ela não é nem a maior, nem 
a mais antiga organização científica na Alemanha, mas é a mais conhecida: a Sociedade Max Planck é “o” centro da pesquisa de base das ciências naturais, biológicas, humanas e sociais, fora das universi­dades. Sem a obrigação de ministrar aulas, os cerca de 5500 pesquisadores de 
78 institutos Max Planck na Alemanha e cinco outros nos Países Baixos, Luxemburgo, Itália e Estados Unidos, podem dedicar-se inteiramente aos seus temas de pesquisa. A organização, denominada de MPG e registrada como associação de utilidade pública, atua na liga dos campeões, entre as melhores do mundo. Desde 1948, foram concedidos 18 Prêmios Nobel a pesquisadores da MPG. Ela é a número dois e a única instituição 
europeia de pesquisa entre as dez primeiras na lista mundial ISI Citation 
Index, dos trabalhos de pesquisa mais citados em 22 campos. No outono de 2014, o “Nature Index 2014” atribuiu à MPG o primeiro lugar absoluto na Eu­ropa. Não é de se admirar que a MPG 
seja tida como o mais atraente empregador alemão pelos cientistas naturais.

www.mpg.de