Descubra a Alemanha. Raros animais selvagens na Alemanha

A série “Descubra a Alemanha” (“Entdecke DE”) nos leva em uma viagem através da Alemanha. Desta vez, a animais selvagens. Uma seleção.

dpa/Patrick Pleul - Wild Animals

Bisão. O bisão, já quase extinto na Alemanha, está novamente de volta no planalto de Rothaargebirge no Estado de Hessen. Um grupo de bisões de planície foi solto na selva em 2013 por um centro de reintegração. Desde então, nasceram muitos animais, aumentado o grupo a cerca de vinte indivíduos.

Castor. Atualmente vivem cerca de 25 mil castores na Alemanha. Eles já conquistaram até mesmo cidades grandes, como Frankfurt ou Berlim. Os ecologistas estão felizes, pois o castor é um pioneiro da renovação da natureza dos rios, preparando o caminho para outras espécies, como anfíbios e aves.

Lince. Quase não se notou que o lince, muito arisco, tinha voltado à Alemanha, tendo sido visto na região do Harz e na Floresta Bávara. Uma avaliação quantitativa da sua população é difícil, pois seu habitat pode ter até mesmo uma área de 400 quilômetros quadrados.

Águia-rabalva. A águia-rabalva, cuja envergadura de asas chega até a 2,60 metros, é a maior ave de rapina da Europa. Ela voltou novamente à Alemanha, principalmente em Schleswig-Holstein, Mecklemburgo-Pomerânia Ocidental e Brandemburgo, com uma população atual de 600 pares.

Lobo. Desde 2000 existem novamente lobos selvagens na Alemanha, que vieram da Europa Oriental. Sua população cresceu, tendo atualmente 25 alcateias com cerca de 200 indivíduos. Do ponto de vista da proteção da natureza, isto é um grande êxito, mas o entusiasmo dos lavradores e criadores de gado não é tão grande.

www.nabu.de

© www.deutschland.de