As minorias têm seus próprios partidos?

Eleições parlamentares na Alemanha – as perguntas e respostas mais importantes sobre a eleição do novo Parlamento.

As seções eleitorais estão frequentemente localizadas em escolas.
As seções eleitorais estão frequentemente localizadas em escolas. picture alliance/dpa

Em 26 de setembro de 2021, um novo Parlamento Federal (“Bundestag”) será eleito na Alemanha. Ele decidirá então sobre a sucessão de Angela Merkel, que não volta a concorrer, após 16 anos como chanceler.

Quem pode votar?

Na Alemanha vivem 83,1 milhões de pessoas. Os alemães maiores de 18 anos podem votar, ou seja, 60,4 milhões de pessoas. Os cidadãos alemães que vivem no exterior têm de apresentar um requerimento, se quiserem votar. Todos os outros eleitores têm automaticamente o direito de votar em seu município sem registro ou requerimento – o voto por correspondência é sempre possível. Quase metade dos eleitores vive em três Estados federais – Renânia do Norte-Vestfália (12,8 milhões), Baviera (9,4) e Baden-Württemberg (7,7). Os 11,4 milhões de cidadãos estrangeiros que vivem na Alemanha não podem votar.

Quick facts
709
mandatos no Parlamento Federal

O Parlamento é composto de pelo menos 709 deputados.

299
distritos eleitorais

Os distritos eleitorais estão distribuídos de modo a que cada um tenha aproximadamente o mesmo número de eleitores.

299
mandatos diretos

O político que obtém o maior número de votos num distrito eleitoral é eleito com um mandato direto ao Parlamento Federal. 

5
por cento

Somente ingressam no Parlamento Federal os partidos que receberem no mínimo cinco por cento do total dos votos de legenda. 

47
partidos

concorreram à eleição para o Parlamento Federal em 2021.

60,4
milhões

de cidadãos da Alemanha têm direito a voto. 

18
anos

é a idade mínima para votar e para candidatar-se à eleição. 

76,2
por cento

dos eleitores votaram na eleição para o Parlamento Federal em 2017.

 

https://red.deutschland.de/en/2021-bundestag-elections

Como é realizada a eleição na Alemanha?

O sistema eleitoral é uma representação proporcional personalizada. Em cada um dos 299 distritos eleitorais, uma pessoa é eleita diretamente com o primeiro voto. O segundo voto é usado para eleger um partido. Desta forma, 598 assentos são preenchidos no Parlamento Federal. Se um partido obtém mais mandatos diretos do que sua quota de segundos votos, o Parlamento Federal é ampliado, de modo que a proporção de deputados corresponda à proporção de segundos votos. Devido a esses 111 “mandatos suplementares” e sua compensação, o Parlamento Federal tem atualmente 709 deputados. Uma reforma da lei eleitoral em duas etapas deverá agora garantir que o Parlamento Federal encolha novamente. Para a eleição de 2021, a base de cálculo dos mandatos compensatórios foi alterada num primeiro passo e posteriormente o número de distritos eleitorais deverá ser reduzido, a partir de 2025.

Quantos partidos estão concorrendo?

54 partidos solicitaram registro para a eleição, 47 dos quais estão concorrendo – mais do que em qualquer eleição anterior do Parlamento Federal. Somente os partidos que recebem pelo menos 5% dos votos entram no Parlamento Federal. Na 19ª legislatura do Parlamento Federal alemão, foram a CDU/CSU, SPD, Os Verdes, FDP, A Esquerda e AfD.

As minorias têm seus próprios partidos?

Existem quatro minorias oficialmente reconhecidas na Alemanha: sorábios, dinamarqueses, frísios e os alemães Sinti e Roma. Somente para dinamarqueses e frísios, no Estado de Schleswig-Holstein, existe um partido especial, chamado “Südschleswigschen Wählerverband SSW” (“Federação Eleitoral Sul-Eslésvica SSW”). Em 2021, ele participa pela primeira vez de uma eleição para o Parlamento Federal. A SSW tem uma boa chance de ganhar um mandato, pois – para proteger as minorias – está isenta da cláusula de 5%. Portanto, só precisa do número médio de votos necessários para um único mandato.

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: