A juventude é assim

O pesquisador educacional Klaus Hurrelmann assessora, há mais de dez anos, o Estudo Juvenil da Shell sobre a geração jovem na Alemanha. Uma entrevista sucinta sobre o novo estudo de 2015.

Shell Jugendstudie 2015 - Survey

Professor Hurrelmann, o senhor vê uma “geração em avanço”. Até que ponto?

Pela primeira vez desde o estudo de 2002, os jovens avaliam como positivo o futuro da sociedade. Até há pouco, predominava a sensação de crise – mesmo quando se acreditava poder obter êxito pessoal de alguma maneira. Isto levou a uma forte autorreferência e a uma atitude tática, oportunista. Isto está sendo superado agora. Existe novamente a confiança de que se pode mudar alguma coisa nas condições de vida.

Isto vale para todos os jovens?

Não. Depende da origem social e das chances de formação profissional e das perspectivas, que ainda continuam ligadas a isto. Se faço parte da camada social inferior, tenho hoje muito mais dificuldades do que há 20 anos. Sem formação profissional, sou desde já um derrotado na sociedade. Neste ponto, as relações se agravaram e os jovens sabem disto.

Estudos anteriores mostraram que valores, como família e segurança, eram muito importantes para a juventude. Continua sendo assim?

Sim. Os jovens ainda não confiam inteiramente no desenvolvimento positivo. Esta sensação é fortalecida com a visão do que acontece em outros países europeus. Por esta razão, a família continua desempenhando um papel importante, como um porto seguro. Os pais são as mais importantes referências – orientando-nos por eles, nós nos tornamos resistentes a crises.

Com seu ímpeto de avançar, a juventude volta a interessar-se pela política?

Neste caso parece haver, de fato, uma mudança. Contudo, a juventude continua estranhando as estruturas da democracia representativa. Só um pequeno grupo pode imaginar que lutaria por seus interesses políticos num partido político. O conjunto da estrutura de caráter democrático não é bem acessível para a juventude. Isto é um problema. Em longo prazo, não podemos perder esta geração na configuração política.

Esta é a primeira geração que cresceu desde o início com a internet. Qual é o efeito disto?

A juventude está acostumada a informar-se muito rapidamente e a manifestar suas reações. Os jovens conhecem todos os temas, podem debater os desenvolvimentos de todo o mundo. Nisto eles veem também que o papel da Alemanha mudou e registram isto com satisfação. A maioria tem consciência da difícil história do país, mas também diz ter orgulho de ser alemão. Está surgindo um nova e sóbria autoconsciência, juntamente com grande franqueza e tolerância. 

www.shell.de

© www.deutschland.de