A carga aérea é menos atingida pela crise que o tráfego de passageiros

O volume caiu apenas em 12% – em comparação com 87% no transporte de passageiros

Luftfracht leidet weniger unter Krise als Passagierverkehr
dpa

Wiesbaden (dpa) – A crise do coronavírus atingiu até agora o frete aéreo na Alemanha com muito menos intensidade do que o tráfego de passageiros. O recebimento e expedição de mercadorias por via aérea caiu 12,1% para cerca de 1,1 milhão de toneladas no período de março a maio, em comparação com o mesmo período do ano anterior, de acordo com o Departamento Federal de Estatística. Por sua vez, o tráfego de passageiros nos aeroportos alemães caiu 87,4% durante esse período. Os voos de carga aérea estão concentrados em quatro aeroportos: o maior aeroporto de carga da Alemanha é Frankfurt (43,5%), seguido por Leipzig/Halle (25,6%), Colônia/Bonn (16,7%) e Munique (7,3%).

Fonte: dpa; tradução: deutschland.de