Baerbock defende breves conversações de paz

A ministra alemã das Relações Externas pronunciou-se em Moscou a favor de um rápido início de negociações de paz no conflito da Ucrânia. 

Baerbock für baldige Friedensgespräche
dpa

Moscou (dpa) - Numa reunião com seu colega russo de pasta, Sergey Lavrov, a ministra alemã das Relações Externas Annalena Baerbock pronunciou-se a favor de um rápido início das negociações de paz no conflito da Ucrânia. Isto é importante para a segurança na Europa, disse a política do partido Verde aos jornalistas, após seu encontro com Lavrov em Moscou, na terça-feira. Para isso, disse ela, deveria ser realizado um próximo encontro no formato Normandia – ou seja, mediado pela Alemanha e a França, com a participação da Ucrânia e da Rússia. Lavrov enfatizou que a Rússia não se vê como parte do conflito.

É importante ativar novamente o processo da Normandia, afirmou Baerbock – como fez na véspera durante sua visita à Ucrânia. É bom que todos tenham se comprometido com o plano de paz de Minsk. O plano de paz para o conflito no leste da Ucrânia, acertado na capital de Belarus, está paralisado. A Ucrânia e a Rússia acusam-se mutuamente de violar o acordo. Baerbock disse haver opiniões diferentes sobre o acordo. Ela disse que deseja fazer tudo para garantir rapidamente a realização de um encontro no formato Normandia.

Sobre as garantias de segurança do Ocidente, exigidas pela Rússia, Baerbock afirmou: «Estamos prontos para um diálogo sério sobre acordos e passos mútuos que trarão mais segurança para todos na Europa». Ela disse que as conversações do Conselho OTAN-Rússia e da Organização para Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) na semana passada foram os primeiros passos. Lavrov disse que a Rússia está esperando agora por propostas escritas do Ocidente. A Rússia havia exigido o fim da expansão da OTAN para o leste europeu e a renúncia à admissão da Ucrânia na Aliança Atlântica.

Fonte: dpa, tradução: deutschland.de