Baerbock oferece ao Canadá uma cooperação mais estreita

A ministra alemã das Relações Externas Annalena Baerbock vê grande potencial sobretudo na cooperação econômica.

Annalena Baerbock mit Mélanie Joly
picture alliance / photothek

Montreal (dpa) – A ministra alemã das Relações Externas Annalena Baerbock (Partido Verde) agradeceu ao Canadá pelo fornecimento de uma turbina para o gasoduto Nord Stream 1. Ao mesmo tempo, ela ofereceu uma cooperação econômica mais estreita ao país norte-americano. «Como governo, vocês defenderam a solidariedade europeia», disse ela durante sua primeira visita oficial ao Canadá, depois de se encontrar com sua colega de pasta Mélanie Joly. «Juntos, desmascaramos o blefe do presidente russo». Desde junho, a Rússia vem cortando o fornecimento de gás através do gasoduto Nord Stream 1. A empresa russa de energia Gazprom justificou isto com a falta de uma turbina. O governo canadense está sob pressão, em virtude da autorização para o fornecimento da turbina. Ele é acusado de burlar as sanções.

Baerbock atribuiu «um enorme potencial adicional» à cooperação econômica entre os dois países. Ela mencionou as áreas de minerais, hidrogênio e gás líquido. «Uma boa política comercial comum também pode fomentar valores e padrões em todo o mundo», enfatizou ela. Dentro de algumas semanas, o chanceler alemão Olaf Scholz também viajará ao Canadá para aprofundar a cooperação econômica. Cerca de 700 empresas alemãs operam no Canadá.

Baerbock encerra em Montreal a sua viagem de três dias à América do Norte. Ela também quis visitar um terminal de grãos no porto de Montreal e encontrar-se com as participantes de um programa de integração para mulheres. Anteriormente, Baerbock passou dois dias em Nova York, onde participou de uma conferência da ONU para rever o Tratado de Não-Proliferação de Armas Nucleares e fez um discurso programático sobre as relações transatlânticas.

Fonte: dpa, tradução: deutschland.de