Jato da Lufthansa torna-se aeronave de pesquisa climática

Um A350 também servirá para pesquisas em voos de passageiros. O primeiro voo está previsto para o final de 2021.

Lufthansa-Jet wird Klimaforschungsflieger
Lufthansa

Frankfurt do Meno (dpa) – A Lufthansa e a Airbus estão equipando um avião comercial A350 como jato de pesquisa climática. Em seu núcleo está um recipiente de medição de 1,6 toneladas que registrará cerca de 100 diferentes gases-traço, aerossol e parâmetros de nuvens em selecionados voos de passageiros, a partir do final do ano. Como a Lufthansa anunciou, começaram em Malta os trabalhos de adaptação para instalar um sistema de admissão de ar na fuselagem da aeronave «Erfurt». Os valores medidos da região da tropopausa entre nove e doze quilômetros de altitude devem contribuir para melhorar a pesquisa do efeito estufa. Característica especial: parâmetros relevantes ao clima podem ser registrados a esta altitude com precisão e resolução temporal bem maiores a bordo da aeronave do que com sistemas de medição por satélite ou em terra. 

Fonte: dpa; tradução: deutschland.de