Maas: Prorrogar o mandato da Bundeswehr para o Afeganistão

As conversações de paz combinadas começaram, mas o conflito continua sem interrupção. 

Maas: Bundeswehr-Mandat für Afghanistan verlängern
dpa

Berlim (dpa) – O Ministro das Relações Externas Heiko Maas propõe a prorrogação do mandato para a missão das Forças Armadas alemãs (Bundeswehr) no Afeganistão. O mandato expira no final de março. Até lá, ainda não estarão concluídas as negociações de paz com os talibãs islâmicos militantes, disse o político do SPD. «Portanto, mesmo com um novo mandato do Bundestag, devemos estar preparados para diversos cenários».

Por sua participação na missão «Apoio Resoluto» da OTAN, a Bundeswehr pode destacar até 1.300 soldados. A tarefa é aconselhar, treinar e apoiar as forças de segurança locais. A missão de um ano, que termina no final de março, foi orçada pelo governo a um custo de 427,5 milhões de euros.

O pano de fundo da discussão de retirada na OTAN é um acordo que o governo dos EUA concluiu com o Talibã. Ele oferece aos extremistas a perspectiva de retirada de todas as forças estrangeiras até o final de abril. Em troca, o Talibã havia se comprometido a conversações de paz com o governo de Cabul e prometido uma redução significativa da violência. No entanto, o conflito continua sem interrupção, apesar do início das conversações de paz em setembro.

Maas afirmou que, com o novo governo dos EUA, é possível novamente uma abordagem baseada em parceria. Há consenso de «que queremos completar a missão juntos como aliados, de forma responsável e de modo que o processo de paz não seja comprometido».

Fonte: dpa; tradução: deutschland.de