Merkel responsabiliza Trump pela invasão do Capitólio

As imagens perturbadoras da invasão do Congresso deixaram a chanceler «irada e triste».

Kanzlerin Angela Merkel (CDU)
dpa

Berlim (dpa) – A chanceler Angela Merkel (CDU) culpou o presidente dos EUA, Donald Trump, pela invasão do Capitólio em Washington, por parte dos seus partidários. As imagens perturbadoras da invasão do Congresso a deixaram «irada e também triste», disse Merkel na quinta-feira na reunião a portas fechadas do grupo parlamentar da CSU no Parlamento Federal, em Berlim. «Lamento muito que o Presidente Trump não tenha admitido sua derrota desde novembro e também ontem não. Dúvidas sobre o resultado da eleição foram estimuladas». Isso, disse ela, criou a atmosfera para que os acontecimentos da noite se tornassem possíveis.

«Uma regra básica da democracia é: depois de eleições, há vencedores e perdedores», disse Merkel. «Ambos têm que desempenhar seu papel com decência e senso de responsabilidade, para que a própria democracia continue sendo a vencedora».

Ao mesmo tempo, Merkel também expressou confiança no presidente eleito Biden. As palavras de Biden e muitas reações de ambos os principais partidos nos EUA «me dão bastante certeza: esta democracia se revelará muito mais forte do que os agressores e desordeiros». Ela disse ser trágico que pessoas tenham perdido suas vidas nos acontecimentos da noite. «Mas para mim, é um sinal de esperança que o Congresso tenha continuado seu trabalho durante toda a noite». Agora, disse ela, está confirmada a vitória eleitoral de Biden e da vice-presidente Kamala Harris. «Os Estados Unidos da América abrirão um novo capítulo em sua democracia em menos de duas semanas, como deve ser», disse Merkel.

Os protestos dos furibundos partidários de Trump se intensificaram na capital Washington na quarta-feira, mergulhando o centro político dos EUA temporariamente num caos sem precedentes. De acordo com a polícia, quatro pessoas foram mortas nos distúrbios.

Fonte: dpa; tradução: deutschland.de