Mudança de rumo nas restrições de viagem?

Há advertências de viagem contra mais de 160 países fora da União Europeia. Agora, o setor econômico está dando alarme. 

Kurswechsel bei Reisebeschränkungen?
dpa

Berlim (dpa) – As principais federações econômicas alemãs conclamaram o governo federal a mudar seu rumo em relação às restrições para viagens ao exterior. As prolongadas e ampliadas restrições teriam vários efeitos econômicos negativos que vão muito além do turismo, afirma um documento divulgados por elas. Deveria ser adotada uma estratégia «moderada».

O comércio global e o intercâmbio de mercadorias, bem como a atividade de investimento, estão sendo severamente afetados. Por exemplo, as empresas orientadas para a exportação muitas vezes não podem enviar seus executivos, técnicos, montadores ou pessoal de vendas a seus clientes ou fornecedores estrangeiros devido aos inúmeros fechamentos de fronteiras e medidas de quarentena. Além disso, também foram canceladas muitas feiras internacionais de comércio. Como consequência, há falta de novas encomendas.

Devido à evolução negativa da pandemia do coronavírus, o governo alemão prorrogou recentemente – até 14 de setembro – a advertência contra viagens turísticas para mais de 160 países fora da União Europeia. Nesta quarta-feira, o gabinete ministerial deverá discutir sobre como proceder depois disso.

Fonte: dpa; tradução: deutschland.de