“Queremos atender às expectativas”

Pandemia de coronavírus, crise econômica, Brexit: Merkel quer atender às altas expectativas na presidência alemã do Conselho da UE.

Bundeskanzlerin Angela Merkel.
dpa

Berlim (dpa) – Pouco antes do início da presidência alemã do Conselho de UE, o governo federal alemão vê-se confrontado com altas expectativas na Europa. «Queremos atender a essas expectativas, empenhando-nos para que todos juntos possamos sair bem da crise e, ao mesmo tempo, preparando a Europa para o futuro», afirmou a chanceler Angela Merkel (CDU) no sábado, na sua mensagem semanal por vídeo. As tarefas vão muito além da superação direta da pandemia do coronavírus. Merkel relembrou que a Alemanha programou sua presidência sob o lema “Juntos. Tornar a Europa forte novamente”. «E exatamente para isso, vou trabalhar com toda a minha força».

Nesta quarta-feira, a Alemanha sucede à Croácia, dentro do rodízio oficial. No centro da presidência semestral alemã do Conselho da UE estão os temas da crise do coronavírus e da superação de suas consequências econômicas e sociais, bem como as negociações do Brexit com a Grã-Bretanha. Segundo a chanceler, o governo federal alemão quer tratar também de «três desafios-chave da nossa época»: pretende colocar a proteção do clima bem no topo da agenda política, dar impulso à digitalização e empenhar-se em tornar a Europa mais capacitada a agir na política mundial. O objetivo é atuar como UE de maneira coesa e unificada, especialmente nas relações com parceiros estratégicos como China, Rússia, Turquia e EUA.

Fonte: dpa; tradução: deutschland.de