Pular para conteúdo principal

Scholz e Attal invocam a cooperação franco-alemã

O chanceler federal, Olaf Scholz, recebeu o novo primeiro-ministro da França, Gabriel Attal, em sua primeira visita a Berlim.

06.02.2024
O chanceler federal Scholz e o primeiro-ministro francês Attal
O chanceler federal Scholz e o primeiro-ministro francês Attal © dpa/picturealliance

Berlim (dpa) - O chanceler alemão, Olaf Scholz, e o novo primeiro-ministro da França, Gabriel Attal, destacaram a importância da cooperação entre os dois países em um cenário de desafios atuais. A capacidade de nos harmonizarmos como alemães e franceses é mais importante do que nunca em vista da confusão no mundo, disse Attal durante sua visita inaugural a Berlim, referindo-se às guerras na Ucrânia e no Oriente Médio. Ele foi nomeado o novo primeiro-ministro da França há quatro semanas. Os países vizinhos, Alemanha e França, têm trabalhado juntos há décadas.

Mais uma vez, o chanceler federal Scholz pediu que o apoio militar à Ucrânia não fosse interrompido. “Sou favorável a que os EUA e a Europa, bem como todos os estados-membros da Europa, façam uma contribuição tão importante que o plano do presidente russo de ficar de fora não funcione.” O presidente russo, Vladimir Putin, espera que os aliados ocidentais, em algum momento, não queiram mais apoiar a Ucrânia. “E essa é a mensagem que deve ser claramente enviada a ele tanto pelos EUA quanto pela Europa: Esse cálculo não funciona. Apoiaremos a Ucrânia”.