Selo para roupa sustentável

O "Botão Verde" vai deixar claro no futuro que determinados padrões foram observados na fabricação de roupas.

Siegel für nachhaltige Kleidung
dpa

Berlim (dpa) - O ministro alemão do Desenvolvimento, Gerd Müller, apresentou o "Botão Verde" em Berlim nesta segunda-feira. O novo selo estatal será atribuído às primeiras empresas de vestuário a terem os seus produtos fabricados de acordo com rigorosas normas sociais e ecológicas. Elas se comprometerão, por exemplo, que na produção são pagos salários mínimos, que não há trabalho infantil e que são cumpridas determinadas normas de saúde e segurança.

Uma das razões é o desabamento de uma fábrica têxtil em Bangladesh, há seis anos, quando mais de 1100 pessoas perderam a vida. O ministro Müller avaliou a tragédia como um sinal de alerta para que as empresas e os políticos se engajem mais por condições de trabalho seguras e justas na indústria têxtil. "Todos disseram que não é possível certificar completamente todos os passos até a loja. Usando os têxteis como exemplo, estamos provando agora que isso é possível", disse Müller ao jornal "Augsburger Allgemeine". A Alemanha não se pode dar o luxo de ignorar as condições nos países com baixos salários. Ao mesmo tempo, ele ressaltou que os produtos não se tornarão mais caros para os clientes na loja.

Fonte: dpa; Tradução: deutschland.de