Estrela do YouTube de 85 anos de idade

Helga Sofie Josefa é cultuada pelos jovens como a “Vovó-Marmelada”

Prêmio Web de Vídeo 2017: “Vovó-Marmelada” Helga Sofie Josefa com seu neto Janik
“Vovó-Marmelada” Helga Sofie Josefa com seu neto Janik

Alemanha. Na verdade, contos de fada não são nada para crianças. Animais ferozes, madrastas malvadas e muitíssima violência. Mesmo assim, as histórias de Cinderela, Rapunzel, Bela Adormecida e Príncipe-Sapo continuam sendo transmitidas de geração a geração. Mas esses contos têm mais suspense ainda quando são narrados por uma vovó, como Helga Sofie Josefa.

O especial da “Marmeladen-Oma” (“Vovó-Marmelada”), como a própria Helga se denomina, é a sua presença medial. Esta mulher de 85 anos, de Ettlingen, perto de Karlsruhe, não somente faz seus quatro netos e cinco bisnetos ficarem felizes com os contos de fada e as histórias da sua infância, mas também lê ao vivo, todos os sábados, no Twitch, para os jovens que normalmente usam essa plataforma para seus jogos eletrônicos.

Esse programa diferente atrai muitas pessoas. Mais de 190 mil usuários do YouTube, cerca de 44 mil seguidores no Twitch, cartões autografados e muitíssimas cartas de fãs comprovam que a vovó Helga é cultuada pelos jovens, mesmo que suas apresentações não sejam nada espetaculares. “Bem-vindos à ilha de contos, com a sua Vovó-Marmelada e o neto Janik”, diz Helga, abrindo um livro no seu aconchegante canto de leitura. Suas primeiras palavras, com sua doce voz e seu rosto simpático, cativam os  espectadores, mesmo quando ela fala sobre temas sérios.

Esse programa diferente atrai muitas pessoas. Mais de 190 mil usuários do YouTube, cerca de 44 mil seguidores no Twitch, cartões autografados e muitíssimas cartas de fãs comprovam que a vovó Helga é cultuada pelos jovens, mesmo que suas apresentações não sejam nada espetaculares. “Bem-vindos à ilha de contos, com a sua Vovó-Marmelada e o neto Janik”, diz Helga, abrindo um livro no seu aconchegante canto de leitura. Suas primeiras palavras, com sua doce voz e seu rosto simpático, cativam os  espectadores, mesmo quando ela fala sobre temas sérios.

Ilha da tranquilidade

Helga Sofie Josefa não só lê contos de fada, mas também convida os seus fãs a fazer um giro pelo seu passado. Este leva à II Guerra Mundial, à fome e ao medo de morrer. A “Vovó-Marmelada” também admite ter tido uma relação difícil para com a sua própria avó, mas conta também muitas histórias felizes da sua infância. Os seguidores podem fazer perguntas e escolher os contos que querem ouvir. Em troca, eles fazem lindos comentários sobre ela, enviando-lhe desenhos e cartas muito emocionais. Para eles, ela é uma vovó desejada, e uma pessoa de confiança. E seu cantinho de leitura é uma ilha de tranquilidade na agitada era digital.

A “Vovó-Marmelada” recebeu o Webvideopreis 2017 (Prêmio Web de Vídeo 2017). Ela também deve essa distinção a dois jovens: o neto Janik, que teve a ideia da “Vovó-Marmelada” e que é o responsável pela técnica e a organização, e Gronkh, o astro do YouTube, que normalmente discute sobre jogos eletrônicos com seus quatro milhões de assinantes e que de uma só vez fez o recanto de leitura ficar famoso. “Ela é tão simpática!”, diz ele sobre Helga. O resultado foi que uma avalanche de novos fãs travou por um momento a transmissão e, quando tudo funcionou novamente, Janik e Helga ficaram felicíssimos.

© www.deutschland.de