A cidade para todos os sentidos

A mais setentrional cidade italiana e a melhor cidade do mundo para se viver. Isto parecer ser muito convidativo. O que faz de Munique uma cidade toda especial?

Munique é considerada a melhor cidade do mundo para se viver
Munique é considerada a melhor cidade do mundo para se viver jotily/stock.adobe.com

Todo o mundo volta sua atenção para Munique duas vezes ao ano: na Oktoberfest e na Conferência de Segurança. Mas a capital da Baviera pode oferecer muito mais. Claro que os muniquenses sabem disso! E o magazine britânico “Monocle” elogiou sua maneira de viver em 2018, confirmando que ela é a “melhor cidade do mundo para se viver”. A mistura de inúmeras áreas verdes, dos seus badalados “Biergärten” (cervejarias ao ar livre), dos metrôs limpíssimos e da proximidade dos Alpes fazem essa cidade se tornar irresistível. Ah é... e ela tem também aquele time de futebol bem conhecido!

Não é a toa que se diz que Munique é a “mais setentrional cidade italiana”, pois quando uma brisa quente sopra do sul e os pitorescos Alpes surgem no horizonte, os muniquenses fogem de casa. Uns dos lugares ao sol mais prediletos são, então, nas mesas ao ar livre do Tambosi, um dos mais antigos restaurantes dessa cidade, na praça Hofgarten. Bebendo um cappuccino ou um “Sprizz” (coquetel alcoólico) e tendo em frente o pórtico Feldherrnhalle, pode-se celebrar magnificamente o “mostrar-se” e “ser visto”.

O monumento mais curioso de Munique

A pouca distância, em direção ao bairro antigo, onde as duas torres da igreja Frauenkirche se elevam sobre os telhados, encontra-se um dos mais estranhos monumentos dessa cidade. Será que os mais poderosos do mundo irão descobrir essa miscelânea muito curiosa, antes de se encontrarem na Conferência de Segurança no hotel Bayerischer Hof? Pois em frente do hotel existem fotos, velas decorativas e pequenos enfeites que recordam o “King of Pop”, que acenara da janela da suíte do hotel para os seus fãs. Quando Michael Jackson morreu, em 2009, o pedestal da estátua de Orlando di Lasso se transformou em um memorial do superastro do pop, o que ainda é até hoje. Mas resta um pequeno consolo para di Lasso, o maestro da corte: uma estátua do seu torso encontra-se também no Ruhmeshalle, acima do Theresienwiesen. Daqui, ele tem uma linda vista sobre a “Bavaria” e os milhares de visitantes em Dirndl e calças curtas de couro, que invadem o “Wiesn” durante a Oktoberfest.

Recordando Michael Jackson em Munique
Recordando Michael Jackson em Munique Gunda Achterhold

Curtir Munique com todo os sentidos

Também se podem curtir as delícias tipicamente bávaras, como “Brezn” (rosca salgada), “Leberkäs” (bolo de carne) e um caneco de cerveja. E todos podem trazer os seus sanduíches para os tradicionais Biergärten de Munique, saboreando-os lá, depois de um passeio de bicicleta pelo parque Englischer Garten. Ou depois de um dia de sol nas praias de cascalhos às margens do Isar, tendo ainda nos ouvidos o leve sussurrar das ondas. Isto é o que realmente caracteriza Munique: no verão, esta cidade é um verdadeiro paraíso ao ar livre. Afinal, os redatores de “Monocle” têm toda razão!

Munich
Roman Drits/stock.adobe.com

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: