Pela paz e a justiça

A Alemanha engaja-se globalmente pelo desenvolvimento sustentável. Apresentamos aqui três projetos de boas práticas.

Ministro de Relações Externas Maas na Colômbia: reintegração dos rebeldes
Ministro de Relações Externas Maas na Colômbia: reintegração dos rebeldes picture alliance/dpa

Para o engajamento global da Alemanha, o 16º Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da ONU (ODS 16) tem uma importância central: paz, justiça e fortes instituições.

Assegurar a paz na Colômbia

A Alemanha acompanha, por exemplo, o processo de paz na Colômbia, após uma guerra civil de mais de 50 anos de duração, entre as Forças Armadas, grupos guerrilheiros e paramilitares. O Ministério de Relações Externas apoia o chamado International Center for Transitional Justice na criação de uma justiça de transição e a reintegração dos antigos rebeldes na sociedade.

Organizar o Estado de direito na Ucrânia

A Alemanha ajuda a Ucrânia na constituição de um estável Estado de direito. A Fundação para Cooperação Jurídica Internacional (IRZ) assessora o país na sua reforma judiciária e na qualificação profissional dos juízes.

Água potável para todos

Até 2030, todos os seres humanos deverão ter acesso à água potável e a instalações sanitárias. Este é o 6º Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da ONU. A Estratégia Alemã de Sustentabilidade prevê que, com a ajuda alemã até 2030, dez milhões de pessoas por ano deverão ser abastecidas com água potável. Na cooperação para o desenvolvimento, a Alemanha é a segunda maior doadora mundial no setor hídrico.

Por exemplo, no âmbito da Iniciativa Hídrica para a Ásia Central (“Processo Berlinense”). Nos países limítrofes com os rios Amu Dária e Sir Dária, a retirada exorbitante de água por alguns países para o cultivo de algodão e para o abastecimento energético, bem como a dilapidada infraestrutura, resultam em escassez de água e potencial de conflitos.

Por iniciativa do Ministério de Relações Externas, a Sociedade Alemã de Cooperação (GIZ) apoia o Cazaquistão, o Quirguistão, o Tajiquistão, o Turquemenistão e o Uzbequistão na constituição de um gerenciamento hídrico regional, sustentável e justo.

Outros exemplos alemães de boas práticas para os 17 ODS
 

Mais informações sobre a política alemã de sustentabilidade
 

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: