Lançada a iniciativa para a América Latina e o Caribe

A parceria com a Alemanha deve ser intensificada. Em foco estão a cooperação internacional e os direitos das mulheres.

Heiko Maas com participantes da rede feminina no Brasil
Heiko Maas com participantes da rede feminina no Brasil Florian Gaertner/photothek.net

Os países da América Latina e do Caribe estão estreitamente ligados com a Alemanha, não apenas culturalmente, eles compartilham também inúmeros valores e interesses com a República Federal da Alemanha. Exatamente nas épocas em que a ordem internacional se torna cada vez mais ameaçada, a Alemanha defende mais fortemente uma ordem internacional baseada em regras. Para isso, muitos países na América Latina e no Caribe são seus aliados naturais. A conferência da América Latina e do Caribe quer prosseguir essa tradição.

Nós compartilhamos um importante fundamento de valores comuns.

Ministro alemão de Relações Externas Heiko Maas

Já às suas vésperas, o ministro de Relações Externas Heiko Maas viajou à América Latina, a fim de fomentar as parcerias existentes. Ele ressaltou: “A América Latina é uma das regiões mais fortemente democratizadas do mundo. Com muitos países, nós compartilhamos um importante fundamento de valores comuns. Por isso, tomamos a iniciativa de reavivar e impulsionar as nossas relações”. Trata-se de consolidar as parcerias e de tornar mais efetiva a cooperação. A Alemanha quer defender a democracia, os direitos humanos e as regras justas no palco mundial, juntamente com os países da região. “Queremos contribuir para que continue crescendo o nosso compartilhado fundamento de valores”.

Encontro de alto nível em Berlim

Inúmeros ministros de Relações Exteriores da América Latina e do Caribe visitam o Ministério Federal de Relações Externas em Berlim no dia 28 de maio. Na conferência da América Latina e do Caribe deverá ser determinado o posicionamento e marcada a rota: Que desafios são especialmente urgentes? O que a Alemanha, a América Latina e o Caribe podem lograr conjuntamente?

No Salão Mundial do Ministério Federal de Relações Externas, os ministros de Relações Exteriores e cerca de 1.000 participantes da conferência debatem, entre outros, com o presidente da Siemens, Joe Kaeser, sobre as relações econômicas, com Daniel Barenboim sobre cultura e com a Alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, sobre os direitos da mulher. Na parte da tarde, os ministros de Relações Exteriores prosseguem o seu intercâmbio em pequenos grupos. Em foco, estarão então a cooperação do Estado de direito, a mudança do clima, a cooperação científica e as relações econômicas. Paralelamente a isso, serão realizados numerosos eventos específicos. Um “Laboratório de Diplomacia Global” reúne pessoal novato de uma série de países.

Nova rede feminina “Unidas”

Na conferência será criada também oficialmente a nova rede feminina “Unidas”. Ela está sob a égide do ministro de Relações Externas Heiko Maas e reúne pessoas da América Latina, do Caribe e da Alemanha, que se empenham por chances iguais para mulheres e homens. A justa representação das mulheres, a participação econômica equitativa e a luta contra a violência sexual continuam sendo temas atuais na região. A fundação da “Unidas” está ligada diretamente ao engajamento alemão no Conselho de Segurança da ONU por “Mulheres, Paz e Segurança”.

Fonte: Ministério Federal de Relações Externas

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: