Feira aeroespacial de Berlim

A mais importante feira da indústria aeroespacial da Alemanha acontece neste ano no contexto da crise do clima e da guerra.

Luftfahrt-Messe bei Berlin beginnt
picture alliance / imageBROKER

Schönefeld (dpa) – Pela primeira vez desde o surto da pandemia do coronavírus, começa novamente em Berlim a mais importante feira da indústria aeroespacial alemã, a ILA. Cerca de 550 expositores apresentam, de quarta-feira a domingo em Schönefeld, as suas soluções para o futuro aeroespacial.

Ao lado da redução de emissões do tráfego aéreo, o setor militar está também agora no centro das atenções por causa da guerra na Ucrânia, sendo que esse ramo também abordará os planejados gastos extras da Alemanha de 100 bilhões de euros. O exército alemão é, como sempre, o maior expositor individual na Feira Internacional Aeroespacial (ILA).

Volker Thum, diretor executivo da Confederação Alemã da Indústria Aeroespacial (BDLI) assegurou que o futuro da aviação será neutro ao clima. A indústria já vem trabalhando há anos em alternativas de combustíveis com base na eletricidade, no aproveitamento do hidrogênio e nas propulsões elétricas.

Fonte: dpa, tradução: deutschland.de