«Grande disposição de acordo» na controvérsia do Brexit

Após conversações com o negociador da UE, Michel Barnier, o ministro alemão das Relações Externas Heiko Maas advertiu mais uma vez contra um fracasso nas negociações. 

„Großer Einigungswille“ im Brexit-Streit
dpa

Berlim (dpa) – O ministro alemão das Relações Externas Heiko Maas advertiu mais uma vez contra o fracasso das negociações de um pacto comercial entre a UE e a Grã-Bretanha após o Brexit. Após conversações em Berlim com o negociador da UE, Michel Barnier, Maas disse na segunda-feira que as pessoas de ambos os lados já têm atualmente grande sobrecarga para enfrentar as consequências econômicas e de saúde da pandemia do coronavírus. «Portanto, seria completamente irresponsável sobrecarregá-las com problemas adicionais nesta situação através da falta de um acordo». A União Europeia está, por isso, entrando na fase final das negociações com uma atitude construtiva. «A UE está negociando com uma grande disposição de chegar a um acordo», disse Maas. «Nossa porta permanece aberta para uma parceria estreita e ambiciosa com a Grã-Bretanha».

As negociações com a Grã-Bretanha tratam de um pacto comercial para o período a partir de 2021. Na última sexta-feira, terminou sem um avanço a nona rodada das negociações. O cronograma agora é extremamente curto: o primeiro-ministro britânico Boris Johnson estabeleceu o prazo de 15 de outubro. Do ponto de vista da UE, um acordo deve estar pronto até 31 de outubro para que ainda possa ser ratificado. A Grã-Bretanha retirou-se da União Europeia em 31 de janeiro. Passado o período de transição, o país vai retirar-se também do mercado interno e da união aduaneira no final do ano., Existe a ameaça  de taxas alfandegárias e altos obstáculos ao comércio, se não houver um acordo. Embora a pressão econômica seja enorme, Boris Johnson sempre volta a cogitar de um Brexit sem acordo com a UE.

Fonte: dpa; tradução: deutschland.de