Leste da Ucrânia preocupa a Alemanha e a França

O ministro das Relações Externas Heiko Maas pede «transparência e acesso sem obstáculos para os observadores da OSCE».

Ostukraine: Deutschland und Frankreich besorgt
dpa

Kiev (dpa) – Após novos ataques mortais na Ucrânia oriental, o chefe da política externa da UE, Josep Borrell, garantiu à Ucrânia apoio no conflito com os rebeldes pró-russos. A UE está acompanhando com grande preocupação as atividades militares da Rússia em torno da Ucrânia, escreveu Borrell no domingo à noite, após uma conversa telefônica com o ministro ucraniano das Relações Exteriores, Dmitry Kuleba.

A Alemanha e a França, que buscam solução para o conflito na Ucrânia no âmbito do chamado «Formato da Normandia», declararam «preocupação com o número crescente de violações do cessar-fogo», depois que a situação se estabilizou temporariamente. «Estamos acompanhando a situação muito de perto, em particular os movimentos das tropas russas, e conclamamos as partes à  contenção e a uma imediata desescalada», afirma uma declaração conjunta do Ministério das Relações Externas alemão e do Ministério das Relações Exteriores francês.

«O aumento impressionante de notícias falsas e campanhas de desinformação nas mídias sociais nos últimos dias aumenta o risco de mal-entendidos perigosos, tornando a transparência e o livre acesso dos observadores da OSCE ainda mais importante agora», disse o ministro das Relações Externas Heiko Maas (SPD) ao jornal «Süddeutsche Zeitung».

Fonte: dpa; tradução: deutschland.de