Merkel exige a liberação imediata de Protasevich

A chanceler alemã criticou a «ação sem precedentes» e falou de um pouso forçado. «Todas as outras explicações são completamente implausíveis».

Merkel fordert sofortige Freilassung Protassewitschs
dpa

Bruxelas (dpa) – A chanceler alemã Angela Merkel (CDU) pediu a libertação imediata do blogueiro Roman Protasevich, que foi detido após um desembarque forçado em Belarus. «Roman Protasevich deve ser libertado imediatamente», exigiu Merkel na segunda-feira à noite, antes da cúpula especial da UE em Bruxelas. Ela acrescentou que isto também se aplica à sua companheira. Merkel criticou a «ação sem precedentes das autoridades bielorrussas» e falou de um pouso forçado. «Todas as outras explicações para este pouso do avião da Ryanair são completamente implausíveis».

As autoridades da República de Belarus forçaram no domingo um avião da Ryanair com mais de 100 passageiros, na rota de Atenas para Vilnius, a aterrissar, alegando uma ameaça de bomba a bordo. Também um caça MiG-29 decolou e seguiu a aeronave civil, conforme confirmaram fontes militares em Minsk. Segundo o Centro de Direitos Humanos Viasna, Roman Protasevich – blogueiro procurado internacionalmente por Lukashenko – estava a bordo da aeronave e foi preso em Minsk.

Os países da UE vão exigir em conjunto a libertação dos presos, anunciou Merkel. Os chefes de Estado e de governo também discutiram as possíveis novas medidas punitivas. Isto inclui a colocação de mais pessoas na lista de sanções da UE, na qual o presidente bielorrusso Alexander Lukashenko já se encontra. Mas também uma proibição de voo da companhia aérea bielorrussa a destinos na União Europeia e a exigência de uma investigação internacional do incidente.

Fonte: dpa; tradução: deutschland.de