Alunos das Escolas Alemãs Internacionais

Neste meio tempo existe no mundo todo uma grande rede de antigos alunos e alunas das Escolas Alemãs Internacionais. Alguns exemplos notáveis.

picture-alliance/dpa - Rolando Villazón
picture-alliance/dpa - Rolando Villazón picture-alliance/dpa - Rolando Villazón

Patricia Espinosa Cantellano

Esta diplomata e política mexicana, nascida em 1958, é um exemplo de que as Escolas Internacionais Alemãs são uma base para o êxito futuro e uma estreita ligação para com a Alemanha. Os pais de Patricia Espinosa Cantellano, pertencentes à classe média mexicana, matricularam sua filha na Escola Alemã Alexander von Humboldt, na Cidade do México. Graças aos seus bons conhecimentos de línguas, ela veio depois para o norte da Alemanha como estudante em um programa de intercâmbio. Depois do seu estudo, ela começou sua carreira política, sendo então ministra das Relações Externas do México, de 2006 a 2012. Desde 2013, ela representa (novamente) seu país na função de embaixatriz em Berlim.

 

Rolando Villazón

Nascido em 1972, este cantor de óperas de fama mundial também frequentou o Colegio Alemán Alexander von Humboldt na capital mexicana, alguns anos depois de Patricia Espinosa Cantellano. Este tenor mexicano-francês fala bem alemão, atua frequentemente na ópera Staatsoper de Berlim e em outras óperas alemãs.

 

Ilija Trojanow

“O Colecionador de Mundos” é o título de um dos seus livros premiados. E o autor, tradutor e editor é, ele próprio, um “colecionador de mundos”. Trojanow nasceu em 1965 na Bulgária, fugiu para a Alemanha com seus pais, pouco antes de começar a frequentar a escola. A família mudou-se para o Quênia em 1972. Lá, na capital Nairóbi, ele frequentou a Escola Alemã Internacional, fazendo a conclusão ginasial “Abitur”. Depois, Trojanow viveu em Paris, Munique, Mumbai, Cidade do Cabo e Viena.

 

Rainha Silvia da Suécia

Quando a rainha Silvia da Suécia ainda era a senhora Sommerlath e vivia no Brasil, a pátria da sua mãe, ela frequentou o Colégio Visconde de Porto Seguro em São Paulo, hoje a maior Escola Alemã Internacional com cerca de 10 000 alunos.

 

Santiago Vega

Este esquiador chileno de 17 anos participou dos Jogos Paraolímpicos de Inverno de 2014 em Sochi. Ele frequentou a Escola Alemã Internacional de Santiago. Seus pais descrevem a alegria de viver e o sucesso do seu filho da seguinte maneira: “Santiago usa uma prótese de perna e sua mão é diferente, mas, de resto, ele é igual a outras crianças. E isto graças a todos que o trataram muito bem, mas também como se fosse uma pessoa como qualquer outra: sua escola, seus professores, seus colegas de escola com suas famílias”.

 

Congresso Mundial das Escolas Alemãs Internacionais sob o lema “Educação internacional. Chances internacionais”, de 4 a 7 de junho de 2014 em Berlim

 

www.auslandsschulnetz.de

 

www.auslandsschulwesen.de

 

www.pasch-net.de

 

www.weltkongress2014.de

 

© www.deutschland.de