Escolas Alemãs no Exterior

As Escolas Alemãs no Exterior criam vínculos.

picture alliance/Klaus-Dietmar

Laila não é tão boa em esporte, Mehmet não ouve bem e Samira não consegue concentrar-se por muito tempo. Todos três cursam o quinto ano da Europa-Schule no Cairo. E todos os três gostam de frequentá-la, pois lá são aceitos da forma como são. “A convivência entre o vigor e as fraquezas dos nossos alunos caracteriza a nossa comunidade”, afirma a diretora da escola, Dagmar Weber. “Nós nos encontramos diariamente aqui na escola, a fim de aprender juntos e um com o outro e isto, não para a escola e sim para a vida”. Pelo seu projeto “Anders sein” (“Ser diferente”), a Europa-Schule do Cairo foi laureada em Berlim com o Prêmio de Inclusão na assembleia anual dos diretores e diretoras das Escolas Alemãs no Exterior, no início de 2016. A escola pôde alegrar-se com o primeiro lugar e um prêmio de 10.000 euros.

“Elas abrem os caminhos da compreensão”

A Europa-Schule no Cairo é uma do total de 140 Escolas Alemãs no Exterior. As escolas fomentam o diálogo intercultural, bem como o intercâmbio com vista a um futuro internacional conjunto das crianças. No total, as escolas são frequentadas por cerca de 82.000 alunos, entre os quais 62.000 de origem não alemã. Os estabelecimentos escolares são assessorados pelo Departamento Central das Escolas no Exterior (ZfA). No ano de 2013, a Alemanha apoiou as Escolas Alemãs no Exterior, que em geral são escolas privadas, com 243 milhões de euros. Em 2016, as verbas tiveram um aumento de 22 milhões de euros, sendo que dois milhões de euros destinam-se a fins de construção civil e 20 milhões de euros deverão ser empregados para professores e demais ampliações das escolas. Na assembleia dos diretores das Escolas Alemãs no Exterior, no Ministério de Relações Exteriores, o ministro Frank-Walter Steinmeier elogiou seu trabalho, bem como a importância da rede de ensino no Exterior: “Nas suas escolas, os senhores demonstram com exemplo próprio, o que é a Alemanha como país, quais as questões que a interessam, quais são os seus lados sombrio e iluminado. Os senhores abrem caminhos para a compreensão e criam os fundamentos para biografias educacionais, com as quais seus formandos permanecem, com frequência, vinculados ao nosso país por toda uma vida”.

www.bva.bund.de

www.bva.bund.de/Weltkarte der Schulen

www.auswaertiges-amt.de

© www.deutschland.de