Cultura e 
política externa

Dois jovens pesquisadores receberam o Prêmio de Pesquisa Política Externa de Cultura do ifa, por trabalhar no ponto de fusão entre cultura e política externa.

A diplomacia cultural entre Moscou e Bonn na Guerra Fria foi difícil. Hoje, a política cultural externa é uma prevenção de conflitos e um terceiro pilar da política externa alemã. Dois jovens pesquisaram no ponto de fusão entre ­cultura e política externa, recebendo o Prêmio de Pesquisa Política Externa de Cultura, de 3000 euros, do Instituto de ­Relações Externas (ifa). Elena Korowin estudou na faculdade de artes Hochschule für Gestaltung, de Karlsruhe e escreveu na sua dissertação sobre “Exposições soviéticas como meio da diplomacia na República Federal da Alemanha”. Jens Adam tratou na sua dissertação na Humboldt-Universität zu Berlin de “Zonas de contato do nacional – Política externa de cultura como prevenção de conflitos”.


www.ifa.de