Trabalho voluntário por um fim de semana

O “trabalho voluntário temporário” é cada vez mais apreciado – por exemplo, através da iniciativa “Synagieren”.

dpa/Frank Rumpenhorst - Synagieren

“Salvar o mundo só um pouquinho”, afirma uma canção (irônica) do cantor berlinense Tim Bendzko. Isto é um exagero. Mas transformar o mundo pelo menos um pouquinho dentro de três dias é o que se busca nos chamados “Wirkcamps”, que foram desenvolvidos pela iniciativa estudantil “Synagieren”. O conceito alemão Synagieren foi criado a partir das palavras “Synergie” (sinergia) e “agieren” (agir). Este é o cerne da ideia, divulgada através da plataforma www.synagieren.de na internet. Os participantes levam criatividade, “know-how” e engajamento os acampamentos. Eles criam novas iniciativas de utilidade pública ou apoiam as já existentes, e dedicam-se a questões como distribuição de recursos, extinção de espécies, desenvolvimento democrático, proteção ambiental, economia mundial ou saúde.

Engajamento cívico transformado

A ideia para isto ocorreu aos iniciadores através da pergunta, por que ainda não teriam aderido a nenhuma organização, apesar de que desejavam transformar o mundo e fazer algo de bom. A resposta ficou logo clara. Eles desejavam engajar-se fora das grandes organizações, sentiam-se mal dentro de hierarquias e estruturas rígidas. A isto somava-se a falta de tempo, que impede muitos jovens de se comprometerem permanentemente com um trabalho voluntário. Assim surgiu a ideia de engajar-se por um prazo limitado. Uma tendência no engajamento cívico, conforme constatam os cientistas sociais. Quase 1000 voluntários temporários já participaram dos acampamentos da “Synagieren”. Eles relatam o quanto é satisfatório, fazer algo de bom conjuntamente.

Após o fim de semana com o respectivo projeto, a vontade e a disponibilidade de tempo dos participantes decide então se haverá uma continuidade e de que maneira. Muitas das iniciativas surgidas são duradouras e efetivas. Por exemplo, o website www.xtinct.info, que chama a atenção para a redução da variedade de espécies na Terra, através de uma campanha com camisetas. O lucro de venda das camisetas é empregado então para projetos que apoiam a proteção de espécies ameaçadas de extinção. Um outro grupo de trabalho, em www.fair-zieht-an.synagieren.de, compara e avalia os certificados e selos da indústria têxtil e cria assim uma orientação para a compra de roupas produzidas dentro de normas ecológicas e éticas. Há também projetos locais. Em Augsburg, por exemplo, um grupo plantou árvores no quintal de um alojamento coletivo para refugiados e montou um “playground” para as crianças.

Dia Internacional do Trabalho Voluntário em 5 de dezembro de 2014

www.synagieren.de

fair-zieht-an.synagieren.de

www.xtinct.info

www.engagiert-in-deutschland.de

http://bagfa.de/aktuelles.html