“O Reno” na galeria Bundeskunsthalle

A exposição “O Reno”, na galeria Bundeskunsthalle em Bonn, leva o visitante a uma viagem ao longo desse rio europeu, envolto em mitos.

LVR-LandesMuseum Bonn/Jürgen Vogel

“Toda a História da Europa está nesse rio”, afirmou o escritor francês Victor Hugo. E, realmente, os rios desempenham um papel preponderante no desenvolvimento social e econômico de regiões inteiras. Eles transportam pessoas, mercadorias, conhecimento e histórias. Suas margens foram antigamente, com frequência, ponto de assentamento de novas cidades.

Todavia, os rios também marcam frequentemente as fronteiras. O Reno dividiu os territórios romano e germânico, posteriormente os alemães e os franceses lutaram pela posse do rio. Todos os diferentes aspectos desse rio europeu são tematizados numa exposição na galeria Bundeskunsthalle em Bonn: «O Reno – Biografia de um rio europeu». Ela mostra mais de 300 peças de exposição de artistas tão diversos como William Turner, Max Ernst, Anselm Kiefer e Andreas Gursky. Com base em pinturas e fotografias, ela conduz o visitante através de 200 anos de História cultural europeia.

Contos de fadas e lendas

Já que o Reno é conhecido também como lugar de contos de fadas e lendas, há uma ampla programação para crianças e famílias, com leituras públicas e caça de tesouros. Surgem princesas, matadores de dragão e mágicos – o Reno como rio das lendas.

Ao mesmo tempo, no Museu Estadual LVR em Bonn, é realizada a mostra “Fluxo de Imagens – o Reno e a fotografia”. Podem ser vistos os trabalhos de mais de 60 fotógrafos de diversos países europeus – imagens contemporâneas, mas também fotografias do século 19. Os organizadores tiveram escolha suficiente: o Reno, como mito alemão, é naturalmente um apreciado motivo fotográfico há muito tempo.

www.bundeskunsthalle.de

www.landesmuseum-bonn.lvr.de

As torrentes da história europeia

© www.deutschland.de