A internet é cultura pop

Inspirar, debater, interligar: Durante a re:publica, Berlim se transformará no ponto central do mundo digital. Estes são os temas e os pontos culminantes. 

re:publica em Berlim: Festival da Cultura Pop Digital.
re:publica em Berlim: Festival da Cultura Pop Digital.

© creative commons 2.0

Que significado tem a re:publica? 

A re:publica é a maior conferência sobre cultura da mídia, política de internet e tendências técnicas na Europa. O que é especial: a pluralidade dos temas e dos participantes. Ali se encontram blogueiros, ativistas, políticos, empresários e artistas, em pé de igualdade. “O estímulo consiste em tornar a internet mais humana”, conforme o chefe da Mozilla, Mark Surman, descreveu a fascinação da re:publica. Em 2018, vão debater provavelmente mais de 9.000 participantes de ambos os sexos, provenientes de 70 países, sobre os efeitos da digitalização. 

Quais são os temas centrais da re:publica 2018? 

Os pontos culminantes são o futuro do trabalho, participação e equidade de gênero. Como a digitalização transforma o mundo do trabalho, é debatido pelos participantes na subconferência “We Can Work It Out”. Inserida no contexto do Ano Científico 2018, ela é apoiada pelo Ministério Federal da Pesquisa. No bloco temático “Tech for Good” trata-se do emprego de aplicativos, da tecnologia de blockchain e do Big Data, de abrir novas perspectivas de desenvolvimento para países parceiros no hemisfério Sul do globo. O fórum “Fe:male Digital Footprint” põe as peritas da técnica digital no centro das atenções e pretende fortalecer a perspectiva feminina no progresso tecnológico.

Nós queremos estourar as bolhas filtrantes.

Tanja Haeusler, cofundadora da re:publica

Quantos participantes estão sendo esperados? 

Em 19 palcos, 600 porta-vozes apresentam os seus temas. O discurso inaugural será pronunciado pela cientista da mídia Danah Boyd, dos EUA. Ela demonstrará como os algoritmos manipulam as decisões e podem transformar a sociedade. Convidada especial é Chelsea Manning. A perita em segurança da rede está entre os “whistlerblowers” mais conhecidos mundialmente; ela forneceu documentos das Forças Armadas americanas à plataforma Wikileaks, chamou a atenção para abusos e arriscou assim uma pena de prisão. 

O que está por trás do conceito POP? 

O conceito da re:publica 2018 pode ter diversas interpretações. Ele parte da Pop art da década de 1960 e mostra paralelos no espírito da época de então e de hoje: o trivial ascende a arte, qualquer um pode tornar-se um astro na internet, a propagação em massa torna o popular ainda mais popular. Ao mesmo tempo, “pop” pode ser entendido como onomatopeia do estouro de uma bolha. O que deve estourar é a bolha filtrante, que manté

re:publica 2018, de 2 a 4/5/2018 em Berlim

© www.deutschland.de