Tecnologia de ponta para o espaço

Do super-telescópio à câmera para Marte: a tecnologia desenvolvida na Alemanha ajuda a explorar o universo.

Projeto europeu com participação alemã: o telescópio Cheops
Projeto europeu com participação alemã: o telescópio Cheops ESA

Visão do universo: precisão do Cheops

O telescópio espacial Cheops da ESA observa planetas fora de nosso sistema solar, e até mesmo a descoberta de um corpo celeste semelhante à Terra é concebível. A necessária alta precisão e estabilidade do telescópio é garantida por um chamado módulo de plano focal. Ele foi desenvolvido no Instituto de Sistemas de Sensores Ópticos do Centro Aeroespacial Alemão (DLR) em Berlim. Entre outras coisas, contém instrumentos de controle de temperatura que compensam as flutuações mínimas de temperatura que poderiam interferir na observação. O sensor do Cheops é capaz assim de registrar diferenças inimaginavelmente fracas no brilho de 20 milionésimos – um pré-requisito para a descoberta de planetas sem luz própria.

Observação da Terra a partir do espaço: forte dupla de satélites

Desde 2010, eles estão orbitando a Terra juntos, o satélite TanDEM-X e seu homólogo TerraSAR-X, que foi lançado três anos antes. TanDEM-X permite que as mudanças na superfície da Terra sejam estudadas de forma orientada, com a ajuda de repetidas imagens. Por exemplo, o derretimento mundial do gelo glacial pode ser visto e medido. Em dupla com TerraSAR-X, TanDEM-X permite a criação de um extremamente preciso modelo de elevação global de toda a massa terrestre. As pesquisas futuras também se concentrarão nas regiões de permafrost, áreas florestais, especialmente para rastrear o desmatamento, e 2.000 cidades no mundo inteiro para o mapeamento contínuo das áreas de assentamento urbano.

Operando juntos: TanDEM-X e TerraSAR-X
Operando juntos: TanDEM-X e TerraSAR-X picture alliance / dpa

Imagens de Marte: de Berlim para o planeta vermelho

A “High Resolution Stereo Camera” (HRSC) foi desenvolvida no Instituto de Pesquisa Planetária do DLR em Berlim. Desde 2004, a câmera a bordo da sonda espacial Mars Express da ESA vem mapeando o planeta numa resolução sem precedentes, tridimensionalmente e em cores. Os dados obtidos desta forma são uma fonte importante para futuras pesquisas de Marte. Já hoje, o conhecimento adquirido através da missão já mudou maciçamente a compreensão do desenvolvimento geológico do planeta vermelho.

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: