De quem é o futuro?

Renderização cinematográfica, robôs ágeis e mãos auxiliadoras são três invenções inteligentes, indicadas para o Prêmio Alemão do Futuro.

Prêmio Alemão do Futuro 2017: a anatomia encontra-se com o cinema – renderização cinematográfica
A anatomia encontra-se com o cinema – renderização cinematográfica Ansgar Pudenz

Alemanha. O Prêmio Alemão do Futuro distingue inovações excepcionais. Três grupos de cientistas estão concorrendo. Quem ganhará?

Renderização cinematográfica

O Team um Dr. Klaus Dieter Engel (grupo de pesquisadores do Dr. Klaus Dieter Engel), da Siemens Healthcare, desenvolveu um processo que torna as imagens do corpo humano muito reais. Os atuais processos de imagens, como tomografia computacional e imagem por ressonância magnética, já mostram os detalhes de órgãos ou de estruturas de tecidos, que, todavia, não podem ser entendidos por leigos. Usando uma técnica da produção de filmes de animação, os pesquisadores conseguiram reproduzir imagens muito reais e compreensíveis, o que vem ajudar os médicos a explicar aos pacientes os danos causados no seu corpo, o diagnóstico de uma doença ou o processo de uma operação.

Robôs como assistentes

Os Spezialisten um Professor Sami Haddadin (peritos do Prof. Dr. Sami Haddadin), da Universität Hannover, desenvolveram uma nova geração de robôs. Até agora, os robôs vinham sendo empregados sobretudo na indústria, sendo inflexíveis, pesados e difíceis de ser programados. Eles também eram estritamente separados das pessoas, para evitar acidentes. Ao contrário, os novos robôs trabalham junto com as pessoas, servindo de assistentes mecânicos. Eles são construídos modularmente, são ultraleves e estão equipados com sensores sensíveis. O manejo deles deve ser tão fácil como o de um smartphone. Suas possibilidades de emprego vão muito além do uso industrial. Seu emprego no cuidado domiciliar e em hospitais já foi planejado.

Prêmio Alemão do Futuro 2017: A pessoa no centro – robôs assistentes
A pessoa no centro – robôs assistentes Ansgar Pudenz

Mãos auxiliadoras

Os Experten um Dr. Stefan Schulz (peritos do Dr. Stefan Schulz), da Vincent Systems, desenvolveram pequenas e leves próteses de mão, uma ajuda para crianças e jovens que precisam de um implante da mão inteira ou para pessoas que precisam de uma parte da mão. Até agora, só existiam próteses grandes e pesadas ou próteses passivas. As novas próteses biônicas são leves e proporcionam segurar firmemente os objetos. A novidade é o sentido de tato integrado, que transmite ao seu portador a sensação da força exercida. Para tanto, a força de compressão é transformada em leves vibrações. A introdução dessas próteses no mercado já está em andamento.

Prêmio Alemão do Futuro 2017: Mãos auxiliadoras  – próteses de alta tecnologia sob medida
Mãos auxiliadoras – próteses de alta tecnologia sob medida Ansgar Pudenz

O Deutsche Zukunftspreis (Prêmio Alemão do Futuro) será entregue em 29 de novembro de 2017 pelo presidente alemão Frank-Walter Steinmeier.

© www.deutschland.de