O futuro começa em Stade

O CFK Valley, no norte alemão, é a forja da tecnologia do futuro na Alemanha. Em breve, deverá decolar ali um carro voador.

Pop.up é um projeto de veículo futurístico da Italdesign e da Airbus.
Pop.up é um projeto de veículo futurístico da Italdesign e da Airbus. Italdesign

Alemanha. Papenburg? Navios de cruzeiro! Aurich? Cata-ventos! Stade? Carbono! Muitas cidadezinhas no Norte da Alemanha ganharam fama internacional através de tecnologias pioneiras. Agora, Stade está no melhor caminho para tornar-se um sinônimo de plástico reforçado com fibra de carbono (CFK). O chamado CFK Valley, com 120 empresas diante dos portões da fábrica da Airbus, é tido mundialmente como o mais bem interconectado cluster do ramo. Criado por iniciativa da fábrica europeia de aviões, oferece sobretudo contatos internacionais, ao lado de um centro de pesquisas e uma universidade privada, com um curso universitário sobre carbono, que é único no mundo. O presidente executivo do CFK Valley, Dr. Gunnar Merz, fala de um “meta cluster”.

Carbono inspira

A base do êxito são as propriedades positivas do material compósito. Os plásticos reforçados com fibras de carbono são comprovadamente mais estáveis e mais leves do que, por exemplo, o alumínio. Por isso, são muito apropriados para a construção aeronáutica. Também nas construções automobilística, naval, de cata-ventos ou na arquitetura, o material vem sendo cada vez mais empregado. Utiliza-se geralmente esteiras tecidas de fibras de carbono, que é posta em resina epóxi e, sob efeito térmico, modelada como peça de construção. Contudo, o material é relativamente caro, a produção industrial ainda não é econômica e a reciclagem não está completamente desenvolvida. Mas também para isso, o cluster já oferece as primeiras soluções. CFK Valley Stade Recycling foi a primeira empresa do mundo a desenvolver para isso um processo de reaproveitamento.

Ficção científica ou realidade dentro em breve?

Até onde esse desenvolvimento pode levar, a Airbus mostrou no Salão do Automóvel de Genebra, em março de 2017. Juntamente com a Italdesign, a construtora de aviões desenvolveu um carro voador futurístico com uma carroceria de carbono para dois passageiros. “A exploração de uma terceira dimensão para o transporte urbano deverá revolucionar a nossa maneira de viver”, afirmou Mathias Thomsen, diretor do departamento Urban Air Mobility na Airbus. Um voo-teste está planejado para o final de 2017.