O parque eólico em alto mar “Alpha Ventus”

A Alemanha tem planos ambiciosos para a intensificação das energias renováveis. Apresentamos projetos que fomentam de forma prática a virada energética. Série “Virada Energética” de deutschland.de, 4ª parte.

Alpha Ventus
picture-alliance/dpa - Alpha Ventus

A força eólica desempenhará uns dos papeis mais importantes no futuro sistema energético alemão. Os parques eólicos no Mar do Norte e no Mar Báltico poderão fornecer à Alemanha eletricidade em grande quantidade e com maior confiabilidade. “Alpha Ventus”, o primeiro parque eólico alemão em alto mar, já está em funcionamento desde 2010, mostrando o grande potencial desse setor, mas também as dificuldades que têm que ser superadas.

O “Alpha Ventus“ é um projeto piloto de grandes expectativas. Ele começou a ser construído em 2008, a cerca de 45 quilômetros da ilha de Borkum, no Mar do Norte. Seus doze cata-ventos estão instalados a uma profundidade marinha de 27 a 30 metros. O desafio foi grande, pois, ao contrário de outros países, como a Bélgica ou a Grã-Bretanha, os parques eólicos da Alemanha têm que ser construídos longe da costa, por causa da proteção do Mar Frísio. A grande profundidade marinha dificultou e encareceu a instalação. A construção do “Alpha Ventus” durou mais do que planejado, pois os períodos de mau tempo, com temporais e grandes ondas, impediram semanas e meses inteiros os trabalhos de instalação. A soma de investimentos, a encargo dos abastecedores energéticos Eon, Vattenfall e EWE, e do governo federal, subiram dos planejados 190 a 250 milhões de euros.

Mas já o primeiro ano de plena produção trouxe bons resultados, pois os 267 GWh significaram 15% mais do que se esperava. A disponibilização dos cata-ventos foi de até 98%. “É com razão que o governo alemão vem apostando na tecnologia eólica no alto mar, para sustentar a virada energética”, diz Claus Brukhardt, diretor-geral do projeto.

O governo federal alemão tem objetivos ambiciosos. Até 2030 deverão ser produzidos 25 GW de eletricidade eólica no Mar do Norte, uma eficiência comparável a 25 grandes usinas convencionais. A percentagem de energias renováveis no abastecimento energético deverá aumentar em no mínimo 30 % até 2020, crescendo então continuamente. Neste setor, a energia eólica em alto mar desempenha um importante papel. Em fevereiro de 2013 foi publicado um plano no Mar do Norte, que mostra os 13 grupos de parques eólicos, com os quais se poderão gerar eletricidade, e suas conexões à rede em terra firme.

www.alpha-ventus.de

www.erneuerbareenergien.de

© www.deutschland.de