Rememoração do começo da Primeira Guerra Mundial

Em toda a Europa, eventos memoriais relembrarão em agosto o início da Primeira Guerra Mundial, há 100 anos.

J.Schayan/Private - Military Cemetery St. Symphorien
J.Schayan/Private - Military Cemetery St. Symphorien J.Schayan/Private - Military Cemetery St. Symphorien

Quando na noite de 1º de agosto, os sinos dobrarem na Igreja Francesa de Friedrichstadt, então o bairro no coração de Berlim junta-se ao Repique pela Paz em toda a Europa, cuja partida é dada pela catedral inglesa de Coventry. Ele prepara para um mês, no qual uma “fogueira mundial” foi desencadeada, há 100 anos, no continente europeu e dá assim um sinal para revitalizar a ideia da Europa como potência da paz. Combina bem com isto um momento especial alemão-francês neste ano memorial: o presidente federal Joachim Gauck e o presidente francês François Hollande encontram-se no dia 3 de agosto de 2014, por ocasião do centenário da declaração de guerra do Império Alemão à República da França, no Hartmannsweilerkopf/Vieil-Armand, um cume dos Vosges, na vizinhança do Vale do Reno. No dia 4 de agosto, o rei belga convida para um evento memorial internacional em Liège, do qual participarão cerca de 20 chefes de Estado e de governo, bem como outros representantes de até 83 países. À tarde, o presidente federal Gauck será recebido em Lovaina, onde visitará entre outras coisas a Biblioteca Antiga e relembrará as vítimas civis da guerra. No final da tarde de 4 de agosto, Joachim Gauck segue viagem para Mons. Lá, no cemitério militar de Saint Symphorien, será realizada a cerimônia alemão-britânica de rememoração do início da Primeira Guerra Mundial. O maestro britânico Sir Simon Rattle organizou para o evento uma cooperação até agora inusitada entre a London Symphonie Orchester e a Berliner Philharmoniker.

Aprender de 1914-1918

Ao lado dos eventos com representantes governamentais, também centenas de leituras públicas, apresentações teatrais, concertos, exposições e projetos escolares, em toda a Alemanha e frequentemente através de fronteiras nacionais, relembram a “catástrofe original” do século 20, suas consequências históricas e tragédias humanas.

www.100-jahre-erster-weltkrieg.de

 

www.dhm.de/ausstellungen/der-erste-weltkrieg.html

 

© www.deutschland.de