Já se decidiu?

As pessoas que vão às urnas pela primeira vez contam como se informaram antes da eleição parlamentar e se já sabem em quem votar.

Em 26 de setembro de 2021, a eleição estará em mãos de cerca de 60,4 milhões de alemães.
Em 26-9-2021, a eleição estará em mãos de cerca de 60,4 milhões de alemães. Marco Martins - stock.adobe.com

Pia Dietz (18)

Pia Dietz (18)
Pia Dietz (18) Henrika Kudlik

Pia Dietz notou nas últimas semanas que os partidos falam mal uns dos outros, como se estivessem querendo demonstrar que são fortes. “Isso é lamentável”, diz ela. Ela pensa que “a concorrência neste ano é bem grande” e que tinha ficado surpresa, porque o índice das pesquisas de opinião se desenvolveram de outra maneira do que se tinha pensado.

Para poder se decidir, Pia teria também lido os programas eleitorais on-line, consultado o Wahl-O-Mat da Central Federal de Formação Política e acompanhado na televisão um “Triell” (diálogo a três) dos três candidatos – dois candidatos e uma candidata – ao posto de chanceler federal. Entretanto, ela já decidiu em quem vai votar. “Encontrei para mim um bom partido”.

Paula Hofmann (20)

Paula Hofmann (20)
Paula Hofmann (20) PicturePeople München

O que ela pensa sobre a campanha eleitoral? “Teria sido melhor que se tratasse das melhores ideias para o futuro do que de índices de pesquisas de opinião e de pessoas”. Todavia, “tenho a impressão de que a população acordou, de alguma maneira, de um estado de transe e quer mais da política do que um simples ‘vamos continuar assim’”.

Para poder se decidir, Paula Hofmann se informou da mesma maneira que Pia Dietz. E ela também já sabe em quem vai votar.

Charlotte Winkler (20)

Charlotte Winkler (20)
Charlotte Winkler (20) privat

Charlotte Winkler diz que o que a surpreendeu foi a quantidade de jovens que participaram nas campanhas eleitorais, principalmente para apoiar os candidatos diretos e as candidatas diretas. Tendo em vista os eleitores, ela diz: “Tenho a impressão de que muito mais pessoas estão se preocupando do que normalmente e que muitas ideias estratégicas vêm tendo uma certa importância”.

Ela ainda não decidiu em quem vai votar, mas já tem uma forte tendência. Charlotte Winkler também consultou o Wahl-O-Mat e, além disso, conversou muito com a sua família, mas, para tomar finalmente uma decisão, ela ainda quer ler atentamente os programas dos seus favoritos.

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: