Ideias contra a fome

O “Innovation Accelerator” do Programa Alimentar Mundial da ONU, em Munique, ajuda a combater a fome. Os emergentes sociais podem solucionar esse problema global?

Argélia hidropônica. Ilhas verdes no deserto
Argélia hidropônica. Ilhas verdes no deserto WFP/Nina Schroeder

Como funciona o emergente social “Innovation Accelerator”?
“Estamos procurando soluções que ajudam a combater a fome”, diz  o diretor Bernhard Kowatsch. Os funcionários do Programa Alimentar Mundial da ONU (PAM), os emergentes e outros idealizadores de todo o mundo podem se dirigir a esse laboratório criativo de Munique. Se o projeto for promissor, os grupos serão convidados a passar uma semana no “Innovation Bootcamp”. Eles recebem um incentivo de 50 000 a 100 000 euros, sendo acompanhados por um instrutor e pelo escritório correspondente do WFP para realizar sua ideia.  

Bernhard Kowatsch é diretor do “Innovation Accelerator” do Programa Alimentar Mundial da ONU em Munique.
Bernhard Kowatsch é diretor do “Innovation Accelerator” do Programa Alimentar Mundial da ONU em Munique.
WFP/Innovation Accelerator

Que ideias são essas?
Por exemplo, um sistema que empregue a tecnologia blockhain, também associada à moeda de internet Bitcoin. A conta do refugiado não está em um banco, mas é uma e-wallet, uma bolsa de dinheiro virtual que está depositada no sistema. “Desta maneira, economizamos 98 por cento de taxas”, diz Kowatsch. Cem mil refugiados da Jordânia já estão aproveitando essa oportunidade. Na Argélia, sorgen Hydrokulturen für Hoffnung (a esperança é o cultivo hidropônico). Um engenheiro agrário argelino, que cresceu em um acampamento de refugiados, teve essa ideia. Os cultivos hidropônicos não precisam de tanta água como a agricultura convencional. Através deste método, a cevada está sendo cultivada, como forragem, em 80 lugares do deserto da Argélia.

O objetivo dessa ideia é ajudar o maior número possível de pessoas.

Bernhard Kowatsch, diretor do “Innovation Accelerator”, do Programa Alimentar Mundial da ONU

Essas pequenas inovações podem ter algum efeito positivo sobre um problema tão grande como a fome?
Infelizmente, o Zahl der Hungernden weltweit (número das pessoas que passam fome no mundo todo) aumentou em 2017, depois de um longo e positivo desenvolvimento. “A principal causa disto são os conflitos. Se eles não forem solucionados, nunca teremos um mundo sem fome. Mas, se houver as condições necessárias, isto será possível”, diz Kowatsch. O “Innovation Accelerator” promove somente os projetos que produzem grande efeito. “O objetivo desse ideia é ajudar o maior número possível de pessoas”.

Por que o “Innovation Accelerator” está situado em Munique?
“Procuramos em dez locais, inclusive em Sillicon Valley”, diz Kowatsch. Munique teria convencido por causa do seu starken Gründerszene (forte cenário de empresas emergentes), de suas inúmeras instituições científicas e de suas empresas inovadoras.

Todos podem enviar suas ideias?
Sim, online em innovation.wfp.org/apply.

Social Startup Innovation Accelerator (Emergente social “Innovation Accelerator”)

Welternährungsprogramm der Vereinten Nationen (Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas)

© www.deutschland.de