Cerveja alemã “Craft-Bier”

Todos falam da “Craft-Bier”. Cada vez mais cervejarias inovadoras na Alemanha estão apostando em novas e excelentes marcas de cerveja.

A cerveja emana um odor delicioso de chocolate e frutas silvestres e tem 7,5% de teor alcoólico, o que faz com que muitos homens também se apaixonem por essa suposta cerveja de mulher. E isto apesar de que ela seja servida em taças de vinho e que suas garrafas tenham rótulos muito sofisticados de cor rosa. Uma boa cerveja é uma boa cerveja. Mas ainda mais do que isto foi o que quatro mestres cervejeiras jovens conseguiram na Alta Francônia, fabricando a “Holladiebierfee”, a edição de inverno da sua cerveja de mulher. É um excelente exemplo para uma tendência que também vem se impondo na Alemanha, a cerveja “Craft-Bier”.

A produção dessa cerveja é muito especial, pois ela é fabricada em pequenas quantidades por manufaturas que usam receitas incomuns e um modo tradicional de artesanato. São, na maioria, microcervejarias independentes, que perfazem mais de 90% de todas as 1 339 cervejarias da Alemanha. A variedade de cervejas é enorme. Isto porque os pequenos produtores regionais não dependem do gosto da maioria, podendo, assim, aproveitar ao máximo seu potencial criativo. Isto é o que faz, por exemplo, a microcervejaria Riedenburger Brauhaus, em Altmühltal, que já vem produzindo cerveja orgânica desde 1994. Ela enriqueceu o mundo da cerveja com especialidades dos grão de trigo originais, o triticum aestivum, monococcum e dicoccum, e, desde 2013, com a “Dolden Sud”, uma cerveja “Bio-India-Pale-Ale”, conhecida pela abreviatura IPA, que está fazendo carreira entre os hipsters.

Mas a nova moda de se fazer cerveja não se restringe apenas ao sul e a regiões rurais, mas já está inundando também as grandes cidades. É principalmente Berlim que está se transformando na capital do movimento alemão da “Craft-Bier”, por exemplo, com a cervejaria Vagabund Brauerei, no distrito de Wedding, fundada por três norte-americanos, e com a Markthalle Neun, em Kreuzberg, do artista Johannes Heidenpeter, que produz e vende a cerveja na própria cervejaria. A preferida é a “Thirsty Lady”, uma cerveja clara, aromática e leve.

Outra caraterística especial da nova cerveja é um gosto único e típico da região e aquilo que até agora não se ousava fazer com a tradicional cerveja alemã: formosura, excentricidade e o aroma emocionante da rebelião. 

http://holladiebierfee.de

www.riedenburger.de

http://vagabundbrauerei.com

http://heidenpeters.de

© www.deutschland.de