“Entdecke DE”: Mainau, a ilha das flores

Com a série “Entdecke DE”, fazemos uma viagem através de toda a Alemanha. O destino na primavera setentrional é Mainau, no Lago de Constança.

picture-alliance/WILDLIFE

Se essas árvores pudessem falar... Algumas sequoias, cedros-do-himalaia ou tuias gigantes crescem num parque da ilha Mainau, denominado “Arboretum”, desde a sua criação em 1853. Provavelmente, elas se entusiasmariam com a neblina que, às vezes, envolve o Lago de Constança nas madrugadas. Ou com a vista longínqua dos Alpes. E, naturalmente, com o perfume do colorido mar de flores aos seus pés. Mas, em silêncio, elas estendem a sua copa de folhas e de ramas coníferas sobre os visitantes do parque de 45 hectares, brindando-lhes com um oásis de tranquilidade – em meio a um dos prediletos destinos turísticos alemães.

Passear, sonhar, respirar fundo. Isto se pode fazer de uma maneira especial na ilha das flores do sul da Alemanha. No momento em que se põe os pés na ilha isenta de carros e bicicletas, através da ponte de pedestres ou do atracadouro de barcos, o jardim desdobra a sua arte de sedução. A família condal Bernadotte, criadora dos jardins, oferece aos visitantes inúmeros eventos em torno à sua propriedade familiar. No Ano Floral de 2013, eles estão sob o fantástico lema “Enfeitiçado e encantado”.

Mas o verdadeiro espetáculo é oferecido pela própria natureza, com a transformação pelas estações do ano: a temporada começa na Palmenhaus (casa das palmeiras), com uma das maiores exposições de orquídeas da Alemanha. Todos os anos, no outono setentrional, são plantados em Mainau cerca de 500.000 bulbos florais. No final de abril e começo de maio, abrem-se então um milhão de flores num deslumbrante esplendor de cores. Em seguida, cerca de 12.000 imponentes roseiras assumem o papel principal no Rosengarten (jardim das rosas) italiano. O verão tardio e o outono fazem brilhar a ilha com plantas tuberosas, sedentas de raios solares, como por exemplo as dálias. Na Schmetterlingshaus (casa das borboletas), ainda predominam agradáveis 26 graus centígrados e 80 até 90 por cento de umidade do ar. A dança das frágeis e cintilantes borboletas podem ter um efeito quase hipnótico, quando observada por longo tempo. E, de qualquer modo, não é fácil despedir-se deste paraíso.

www.mainau.de

www.bodensee.travel

© www.deutschland.de