Mais idosos, menos jovens

Você fica sabendo aqui quantos jovens vivem na República Federal da Alemanha e quando os Babyboomers se aposentam.

Três gerações
Três gerações picture alliance / Westend61

A expectativa de vida de meninas recém-nascidas em 2021, na Alemanha, subiu a 83,4 anos e, dos meninos, a 78,6 anos, tanto como nunca antes. Mas qual é o número de pessoas entre as diferentes gerações na Alemanha?

Menos jovens

Segundo dados do Departamento Federal de Estatística, dos 83,2 milhões de habitantes na Alemanha, 8,4 milhões tinham entre 15 e 24 anos de idade no final de 2020. A Geração Z, ou seja, os que nasceram a partir dos meados da década de 1990, tinha uma participação na população alemã de apenas 10,1 por cento. Nunca antes, desde o começo da estatística em 1950, houvera tão poucas pessoas nessa idade etária. Outro foi o caso da geração dos Babyboomers, isto é, dos nascidos entre meados da década de 1950 e meados da década de 1960, pois a taxa de jovens era ainda de respectivamente 16,7 por cento nos anos de 1982, 1983 e 1984.

Número cada vez maior de idosos acima de 100 anos

Em 2020, na Alemanha, havia 20 465 pessoas de 100 anos de idade ou mais, 3 523 mais que no ano anterior. O grupo etário dos acima de 100 anos nunca tinha sido tão grande. Nesse grupo, quase 80 por cento eram mulheres.

O número das pessoas em idade de aposentadoria está crescendo

Segundo os dados do Departamento Federal de Estatística, o número das pessoas a partir de 67 anos – a idade oficial de aposentadoria na Alemanha – crescerá provavelmente a 20 milhões de pessoas até 2035. Isto significaria um crescimento de 22 por cento em comparação com o ano de 2020, quando esse número era de 16 milhões. Ao mesmo tempo, está diminuindo o número de pessoas entre 20 e 66 anos, o período etário da idade profissional. A causa é que a faixa etária dos grandes Babyboomers está entrando em aposentadoria nesta década de 2020. Para compensar isto, a Alemanha estás dependendo da imigração.

Nova geração, novos nomes

Não é somente a população que muda, mas a preferência de toda geração pelos nomes das crianças. A sociedade de Língua Alemã vem registrando, desde 1977, os nomes mais preferidos. Naquela época, os nomes de meninas em tendência foram Stefanie, Christina/Christine e Sandra. Dos meninos foram Christian, Michael e Stefan. Em 2020, os nomes preferidos de meninas foram Emilia, Hanna/Hannah e Emma. De meninos, Noah, Leon e Paul.

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: