Aprender alemão com todos os sentidos

Para fora da sala de aula! Com este método, vocês podem aprender melhor os vocábulos e artigos alemães.

Aprendendo alemão na rua: “Die Straßenbahn ist gelb” (“O bonde é amarelo”).
Aprendendo alemão na rua: “Die Straßenbahn ist gelb” (“O bonde é amarelo”). william87/stock.adobe.com

A linguista Antonia von Trott sabe como é cansativo, ficar sentada durante horas dentro de uma sala de aula e concentrar-se numa língua estrangeira. Por isso, ela aconselha: “Vão lá para fora e aprendam alemão com todos os sentidos”!

Passeio em alemão

“Seja no parque ou na cidade – prestem bem atenção no que estão vendo no momento, escutem, sintam o gosto ou o cheiro e liguem isso com a língua: ‘Como se chama então o objeto que estou vendo aqui? Ou essa cor?’ Vocês podem pesquisar a palavra alemã durante o passeio diretamente num aplicativo que ofereça um dicionário”.

A alternativa: “Em casa, vocês podem anotar por escrito as impressões do dia, repassando-as na memória: ‘Aqui eu tomei um sorvete, lá gorgolejava uma fonte, ao lado passou o bonde fazendo ruídos’. A vantagem: através dessa recordação complexa são ativadas distintas áreas do cérebro e surgem novas associações. Assim, vocês podem memorizar mais facilmente os vocábulos”.

Esse método vocês podem emprega-lo em todas as partes, combinando com os seus interesses. “Talvez funcione ainda melhor como exercício em grupo”, afirma von Trott, pois quando vocês relatam uns aos outros as novas palavras alemãs aprendidas, vocês as repetem e treinam assim a sua pronúncia. “Façam disso uma brincadeira: cada um se concentra nas impressões de um outro sentido. Ou cada um cita aos outros as suas três palavras prediletas”, sugere a professora de língua.

Dança dos artigos

Masculino, feminino ou neutro? Talvez vocês se perguntem, como se pode memorizar o gênero gramatical das palavras alemãs e os artigos correspondentes? Movimento ajuda a aprender. Antonia von Trott conclama os principiantes em alemão, por isso, à “dança dos artigos”. Para esse exercício, ela aproveita um CD musical de um livro didático da classe A1, com uma espécie de “rap” alemão: Der Apfel, die Birne, das Obst (a maçã, a pera, a fruta). Quando soa o “die”, todos se movem para a direita; quando soa o “der”, para a esquerda; e com o “das”, dá-se um passo atrás.

“O conceito pode ser aplicado a muitas coisas e os alunos podem desenvolver uma dança própria”, sugere von Trott.

Antonia von Trott
Antonia von Trott estudou Linguística Aplicada na Universidade de Viena e dá aulas de alemão como língua estrangeira há seis anos. Além disso, ela tem a formação de examinadora para os certificados telc e do Instituto Goethe.

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: