A primeira escola digital

Em Saarbrücken, surge a primeira escola digital da Alemanha.

dpa/Becker & Bredel - Smart school

Internet de banda larga em todo o prédio escolar, quadros interativos, serviços de computação em nuvem e realidade virtual – isso tudo faz parte do cotidiano de uma smart school. Juntamente com Annegret Kramp-Karrenbauer, governadora do Estado do Sarre, a ministra federal da Educação, Johanna Wanka, inaugurou em meados de novembro a primeira smart school da Alemanha. Na Gesamtschule Bellevue em Saarbrücken será desenvolvido, nos próximos cinco anos, o projeto-piloto de uma “escola digital”, com uma infraestrutura digital de alto desempenho, com conceitos pedagógicos condizentes e ofertas de reciclagem para professores.

“Com o exemplo da smart school, demonstra-se como o aprendizado digital pode funcionar. Aqui se concretiza um pouco do futuro”, afirmou Wanka em sua visita à escola, por ocasião do 10º Encontro Nacional de TI em Saarbrücken. “Alunas e alunos passam a compreender a técnica digital e a utilizá-la de forma inteligente – a melhor preparação para determinar soberanamente a sua própria vida, num mundo cada vez mais digital”. Wanka ressaltou que, no desenvolvimento da escola digital, trata-se também de elaborar conceitos inteligentes para os professores, “que poderão cativar e fomentar seus alunos e alunas com novos recursos e métodos pedagógicos”.

Infraestrutura digital de alto desempenho

Com o “DigitalPakt#D”, apresentado em outubro de 2016 no âmbito da estratégia “Ofensiva Educacional para a Sociedade Digital do Conhecimento”, o Ministério Federal da Educação contribui nos próximos cinco anos, juntamente com os governos estaduais, para a criação de infraestruturas digitais de alto desempenho nas escolas. “A educação digital, das escolas à aprendizagem durante toda a vida, pode tornar-se uma história de êxito na Alemanha, se nós juntarmos todas as forças e recursos”, afirmou Wanka.

Que potenciais a mídia digital encerra para o aprendizado foi demonstrado no Encontro de TI pelo laboratório de aprendizagem digital da Gesamtschule Bellevue. Ao lado de experimentos interessantes, esteve no centro das atenções o aprendizado interligado em rede. Com transmissão ao vivo desde a smart school, os alunos e alunas relataram à chanceler federal Angela Merkel as suas experiências no mundo da aprendizagem digital.

Em Saarbrücken foi apresentado também o conceito de uma nuvem escolar de computação, através da qual os conteúdos de ensino e de aprendizado podem ser oferecidos a todas as escolas. No ano de 2017, o conceito deverá ser testado na prática em escolas da Associação Escolar de Centros de Excelência em Matemática e Ciências Naturais (MINT-EC). 

www.bildung-forschung.digital

© www.deutschland.de