Viagem pelo tempo ao ar livre

Reviver a história em museus ao ar livre na Alemanha é uma experiência bem particular. E, às vezes, profundamente chocante.

Visitando o Wikingermuseum Haithabu
Visitando o Wikingermuseum Haithabu picture-alliance/ dpa

Wikinger-Museum Haithabu, em Schleswig

Vamos partir para o século X. Haithabu foi um dos mais importantes centros comerciais dos vikings e de todo o norte da Europa. O Wikinger-Museum Haithabu faz aquele tempo voltar ao presente, mostrando casas habitacionais e barcos reconstruídos, combinados com modelos e achados originais. E atores em vestuários dos vikings levam os visitantes ao dia a dia de uma povoação dinamarquesa de há 1 100 anos.

 

 

Freilichtmuseum Detmold, em Detmold

Este é o maior museu ao ar livre da Alemanha. São mais de 120 construções históricas com instalações originais de 500 anos de história que convidam as pessoas a visitar o LWL-Freilichtmuseum Detmold. Muitas raças velhas de animais domésticos e velhas espécies de plantas completam a sensação de uma viagem ao passado. 

 

Memorial Buchenwald, próximo a Weimar

O Memorial Buchenwald nos dá uma impressão do pavoroso abismo em que se precipitou a história alemã. Em 1937, as forças SS construíram o campo de concentração de Buchenwald no morro Ettersberb, próximo a Weimar, a cidade de Goethe e Schiller. Até o final da guerra foram assassinadas aqui 56 000 pessoas de toda a Europa. Se você não puder visitar esse memorial, o App Buchenwald poderá lhe dar uma impressão dele.

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: