Conhecendo o passado

Reviver bem de perto a história alemã do pós-guerra. Um diálogo com Uta Bretschneider, diretora do Fórum Histórico de Leipzig.

Uta Bretschneider, diretora do Fórum Histórico de Leipzig
Uta Bretschneider, diretora do Fórum Histórico de Leipzig picture alliance/dpa/dpa-Zentralbild

Senhora Bretschneider, a sua exposição permanente trata da história alemã do pós-guerra, a partir de 1945. Quais são os temas que despertam especialmente o interesse do público internacional?
Naturalmente, a Revolução Pacífica tem aqui em Leipzig uma importância especial, pois o lugar histórico fica bem perto. Mas a vida do dia a dia na RDA também desperta o interesse dos nossos hóspedes internacionais. Para muitos deles existem paralelos com as próprias experiências, enquanto que, para outros, isso é muito estranho. O tema sobre a polícia secreta da RDA, a “Stasi” (Segurança do Estado), é também interessante para os visitantes do estrangeiro, principalmente quando eles próprios são ou foram afetados por tais fenômenos.

Em 1989 aconteceram em Leipzig as manifestações de segunda-feira, que contribuíram para o fim do sistema da RDA. Como a senhora tematiza isso?
A exposição culmina com os acontecimentos de 1989, sendo que as manifestações de segunda-feira assumem aqui um importante papel. Expomos, por exemplo, bandeiras e faixas daquele tempo e existem também gravações de vídeos. Além disso, tematizamos os acontecimentos antes do ano de 1989, pois os objetivos de reforma de Michail Gorbachev, com a Glasnost (Transparência) e a Perestroika (Reconstrução), e o sindicato polonês Solidarność assumem aqui uma importância central. Tive a experiência de que os nossos visitantes da Europa oriental ficaram muito satisfeitos com a abordagem desses temas.

O Fórum Histórico de Leipzig faz reviver a história alemã do pós-guerra.
O Fórum Histórico de Leipzig faz reviver a história alemã do pós-guerra.
PUNCTUM

Que experiências com os visitantes tiveram uma importância especial?
O mais bonito foi ver como os visitantes alemães e internacionais entraram em diálogo na exposição, falando sobre a história alemã. Isso é o grande objetivo que um Museu pode alcançar, ou seja, ser um lugar de comunicação. Além disso, fico feliz em ver que visitantes de diferentes culturas  ou de regiões diversas trocam ideias entre si.

 


Uta Bretschneider é, desde abril de 2020, diretora do Fórum Histórico de Leipzig. A exposição permanente “Unsere Geschichte. Diktatur und Demokratie nach 1945” ( Nossa História. Ditadura e Democracia depois de 1945) aborda a história alemã do pós-guerra em alemão e inglês. Existem também visitas com guias em alemão, inglês, francês, espanhol e polonês.

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: