Três perguntas à

Margret Wintermantel, presidente do Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD), sobre o valor das relações internacionais na educação.

Sra. Profa. Wintermantel, por que o intercâmbio acadêmico é tão importante para a Alemanha?

A experiência internacional e a cooperação científica ampliam não apenas as competências individuais, mas contribuem também para a força de inovação da sociedade no seu todo – e com isto, para a convivência pacífica.

Os projetos da educação transnacional estão ganhando importância. O que é apreciado na parceria da Alemanha?

Estas cooperações nos possibilitam o diálogo, mesmo quando existem divergências culturais e políticas. Em 2014, nós inauguramos o Instituto Alemão-Russo de Tecnologias Inovadoras em Cazã. Lá, estudantes russos podem obter um diploma conforme o padrão alemão, que goza de alta reputação. Outro exemplo é a Universidade Alemão-Jordaniana em Amã. Para o lado jordaniano era de grande interesse o modelo alemão das universidades de ciências aplicadas, pois na região faltam as possibilidades de uma formação profissional com treinamento prático e assim, cursos universitários voltados para o mercado de trabalho. Mais de 20 000 estudantes estrangeiros frequentam entretanto as universidades binacionais no Exterior e criam, naturalmente, uma estreita relação com a Alemanha.

Que objetivos visa o DAAD com seus novos programas para os jovens das regiões de crise?

Não podemos nos limitar a ficar observando, quando através da guerra civil na Síria é perdida toda uma geração, que será urgentemente necessitada um dia para a reconstrução do país. Já em 2014, o DAAD criou, com recursos do Ministério das Relações Externas, o programa de bolsas de estudo “Executivos para a Síria”, a fim de possibilitar um estudo na Alemanha a futuros especialistas e executivos sírios. O programa revelou-se como exemplar de como se pode abrir chances para os jovens nas situações mais difíceis. Além disto, nós apoiamos a integração dos refugiados nas universidades alemãs, através de preparação técnica e linguística, bem como de ofertas de assistência. ▪

PROFA. DRA. MARGRET WINTERMANTEL

Presidente do Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD)